Cantando de Galo em outro terreiro

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

O Atlético foi a São Paulo encarar novamente o Tricolor, mas desta vez em confronto válido pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo aconteceu no Morumbi, mas foi o time alvinegro que cantou de Galo. A equipe atleticana buscava emplacar a quarta vitória consecutiva na competição e alcançou o objetivo vencendo por um placar de 2 a 1.

O técnico Marcelo Oliveira surpreendeu muitos ao escalar um time com uma formação bastante ofensiva. Jogando com quatro atacantes, o comandante esperava que sua equipe mostrasse força na frente, mas também conseguisse recompor a marcação quando necessário. A expectativa de muitos era que o time começasse com três volantes, como foi no jogo contra o Palmeiras, também em território paulista.

Mas o time tricolor logo tentou acabar com a euforia atleticana e, aos 2 minutos da etapa inicial, o estrangeiro Chávez fez um gol digno de pintura ao encobrir o goleiro Victor, que estava adiantado e apenas viu a bola morrer no fundo das redes. Contudo, quem esperava que o time alvinegro se desestabilizasse com o gol sofrido, foi surpreendido por uma equipe que manteve os pés no chão.

E o Atlético não tardou a chegar ao gol de empate. Aos 10 minutos, em lance de contra-ataque com boa troca de passes, Maicosuel bateu cruzado para deixar tudo igual: 1 a 1. O time alvinegro continuava tentando fazer mais um gol e, aos 19, depois de arrancada de Maicosuel, Lucas Pratto recebeu e mandou no ângulo para marcar mais um belo gol na partida e virar o jogo para o Galo. Já nos acréscimos, Robinho fez bom lançamento para Fred, que cabeceou para marcar o terceiro, mas o auxiliar marcou impedimento erroneamente.

FOTO: Site Oficial Atlético-MG

Para o segundo tempo, o Galo adotou ainda mais a postura de contra-ataque e viu o goleiro Victor se redimir fazendo diversas defesas difíceis e parando o ataque tricolor. O São Paulo tentava, mas esbarrava na ótima atuação do arqueiro alvinegro, não conseguindo efetivar as jogadas criadas, principalmente em lances de bolas alçadas na área.

O jogo terminou com vitória atleticana e o resultado fez com que o Galo subisse uma colocação na competição (agora ocupa a 5ª posição na tabela de classificação) e diminuísse a distância para os líderes para apenas 1 ponto (o Atlético está com 32 pontos, enquanto Santos, Palmeiras e Corinthians, primeiros colocados, têm 33).

O goleiro Victor, um dos destaques no jogo, falou em entrevista após a partida:

- “A gente recupera os pontos do início ruim que nós tivemos. O objetivo era fazer pelo menos 30 pontos no primeiro turno, alcançamos este objetivo, podemos chegar aos 35 (joga contra a Chapecoense, na segunda-feira, no Independência, na última rodada do turno). O pensamento é este, ir jogo a jogo. São quatro vitórias seguidas, duas delas contra equipes fortes aqui em São Paulo. Isso mostra a força do elenco do Atlético. Conseguimos encontrar o caminho, com boas atuações novamente. ”

O próximo jogo do Atlético será em Belo Horizonte, na próxima segunda-feira (8) às 20hrs (Horário de Brasília), contra a equipe da Chapecoense.

FICHA TÉCNICA

Gols:  Chávez – São Paulo; Maicosuel e Lucas Pratto– Atlético-MG;

Cartões amarelos: Buffarini e Lugano – São Paulo; Maicosuel e Otero – Atlético-MG;

São Paulo: Dênis, Buffarini, Lugano, Maicon e Mena; Wesley (Luiz Araújo), Thiago Mendes (Pedro) e Hudson; Michel Bastos (Daniel), Kelvin e Chávez - Técnico: Edgardo Bauza

Atlético-MG: Victor, Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Jr. Urso e Rafael Carioca; Maicosuel (Lucas Cândido), Robinho (Otero), Lucas Pratto e Fred (Luan) – Técnico: Marcelo Oliveira

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (árbitro); Rafael da Silva Alves e Jorge Eduardo Bernardi (auxiliares)

Por Júlia Campos

Curta Blog Mulheres em Campo