Carta aberta ao goleiro Fernando Prass

 

https://scontent.fgig1-4.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/13886955_10154380028934467_5698940384215201282_n.jpg?oh=0fce5ef373e5290de97d19802ad111fa&oe=5831CFA9

(Fonte: Palmeiras Oficial)

Querido Fernando,

É com o coração apertado que começamos a escrever esta carta. Certas situações que a vida nos impõe, tornam muito difícil a tarefa de transcrever em palavras os nossos sentimentos. Mas vamos tentar aqui, descrever em palavras o sentimento de toda a torcida palmeirense.

Desde que soubemos de sua primeira lesão após a chegada na seleção brasileira, ficamos todos apreensivos. Você é o nosso maior goleiro em atividade e o jogador que chegou a seleção com os maiores méritos, ousamos dizer aqui, que com mais méritos do que todos os outros jogadores. Chegar a seleção pela primeira vez aos 38 anos, ser o jogador mais velho da equipe e ser o maior goleiro em atividade no Brasil, quiçá do mundo, fizeram com que você chegasse até aqui. Méritos inteiramente seus.

O susto parecia ter passado, nosso coração e o seu, ficaram mais leves. Mas então neste fatídico sábado veio a notícia: Uma pancada no braço já operado se transformou em nova fratura que o afastou da seleção olímpica.

Quando soubemos da notícia, nosso coração novamente se encheu de tristeza, e não é porque você é o goleiro do nosso amado Palmeiras, mas sim porque você no âmbito da sua profissão, alcançara aquele que é o ápice máximo dela: chegara a seleção brasileira.

Imaginamos que este momento não deva ser nem um pouco fácil para você. Temos profissões diferentes com limitações diferentes, mas nos colocamos no seu lugar e imaginamos o quão difícil seja este momento.

Mas Fernando, não se deixe abater! Infelizmente um jogador de futebol está sujeito a lesões. Já vimos muitos jogadores que passaram por elas e se recuperaram, você mesmo já passou por isso. Aliás, foi após se recuperar da lesão neste mesmo braço que agora te incomoda, que você ganhou maior destaque no futebol, assumiu as traves da equipe alviverde como ninguém, aguentou a pressão de assumir as traves da academia de futebol, onde existe enorme cobrança, afinal assumir o lugar que já foi de Valdir de Moraes, Leão, Velloso, Sérgio e São Marcos não é tarefa para qualquer um. Mas você assumiu a responsabilidade, esteve conosco na difícil trajetória de 2014, e no título de 2015 que tem a sua cara, suor e raça.

Mais que goleiro excepcional. Líder em campo e fora dele, exemplo para tantos jogadores e até mesmo para os torcedores. Você é Ídolo!

Ser ídolo do Palmeiras, principalmente no gol, não é para qualquer um, mas você conquistou isso. Se já é ídolo da torcida palmeirense, pode ter certeza que também é muito admirado por torcedores de diversos outros clubes. Quantas vezes ouvimos elogios de amigos torcedores de outros clubes em relação a você! A alegria de todos ao saberem de sua convocação?  Ser ídolo do Palmeiras já é tarefa difícil, mas ser ídolo do Palmeiras e ainda ser admirado pelos rivais... Ah Fernando, isso é pra bem poucos!

Pode ter certeza, que toda a torcida palmeirense está com você neste momento. Cada um no âmbito de sua religiões estão orando por você, os que não tem religião também estão te desejando energias positivas. Estamos todos aqui, mesmo que distantes, secando as suas lágrimas que porventura caiam. Estamos todos aqui te abraçando, te dando forças e falando que vai ficar tudo bem.

Você vai voltar não só a defender as cores verde e branca, como também a verde amarela, muito em breve! Não foi você mesmo que disse que enquanto estiver jogando vai sonhar com a seleção? Temos a certeza que a seleção vai sonhar com você também! O que são dificuldades para quem pode sonhar e ter forças para lutar?

Seu sonho de representar o Brasil foi apenas adiado. Em breve sei que você terá essa mesma oportunidade e não é só porque você merece (porque merece muito), mas porque você faz jus a essa posição como excelente goleiro que é.

Saiba que essa nação alviverde está com você, estamos todos aqui torcendo por você e tudo que você precisar vai poder contar com essa torcida que canta e vibra também por você.

 

Um abraço de milhões de torcedores,

 

Alessandra Moitas e Marcela Permuy

Colunistas do Palmeiras no Blog Mulheres em Campo