Champions League: A superação da Roma

(Foto: UEFA)

 

 

Equipe derrota o Porto, por 2 x 1, em jogo bem acima de todas as expectativas e celebra os três pontos


 

A Roma não tomou conhecimento do certo favoritismo do Porto, entrou em campo com a vontade de vencer e, depois de um primeiro tempo bem razoável, ressurgiu e mudou os rumos do jogo. A noite foi de Zaniolo, a jovem revelação em grande forma, que se inspirou no ídolo Totti para marcar dois gols. Roberto Mancini, olheiro da Fifa, assistiu ao jogo na bancada. Uma ótima exibição para ser vista.

"Estou muito feliz, é quase impossível descrever com palavras o que sinto. Jamais esquecerei esta noite. Comemorar com a “curva sud” foi uma emoção incrível, espero marcar muitos mais golos importantes para a Roma. O gol que sofremos pode complicar a nossa tarefa na segunda mão, mas vamos continuar a trabalhar arduamente para confirmar o apuramento em Portugal. Preparamos o jogo para não proporcionar muitas oportunidades ao adversário, vamos fazer o mesmo para a segunda mão”, disse aos jornalistas logo depois da partida.

A vitória é apenas um passo para alcançar o objetivo: as quartas de final da competição. Para o meia De Rossi: "Temos de ser cautelosos na segunda mão, porque eles vão atacar mais do que neste jogo”.

 

Um momento do jogo

(Foto: UEFA)

 

Apesar da derrota, Sérgio Conceição, treinador do Porto disse que foi um jogo em que duas grandes equipes conseguiram anular pontos fortes da outra.

“No segundo tempo tivemos a oportunidade do Danilo e acabamos por sofrer no nosso melhor período. O segundo foi um pouco bizarro, mas nunca deixamos de procurar o gol. Os jogadores reagiram como eu esperava, com personalidade e sabendo que vamos ter mais 90 minutos no Estádio do Dragão. O nosso gol deixou tudo em aberto para a segunda partida. O empate teria sido um resultado mais justo. Vamos manter esta solidez defensiva em casa e estar mais concentrados no ataque, como estivemos hoje na segunda parte”.

A Roma vai se colocar em campo com a informação de que precisa apenas de um empate, mas isso não deixa o treinador tenso, pelo contrário.

"Não vamos jogar para defender o empate. Nós vamos lá para marcar, temos de ser ambiciosos”, afirmou.

Um dos melhores jogadores do time português foi Pepe. O defensor ajudou por demais na marcação e desarme dos jogadores rivais.

“Jogamos bem. Infelizmente este não era o resultado que queríamos, mas mostramos personalidade, quisemos jogar, mas cometemos dois erros e a Roma marcou. Agora vamos jogar em casa e dar o máximo para conseguir a qualificação. É possível dar a volta à eliminatória. Temos que estar concentrados e trabalhar muito. Perceber o que falhou para que não se repetir”, enfatizou o jogador.

As equipes jogam a partida de volta no dia 6 de março, às 17 horas (de Brasília), no Estádio do Dragão. O Porto precisa de uma vitória de 1x0 ou de dois gols de diferença para avançar. Um novo 2x1 em favor dos portugueses leva a partida para a prorrogação, enquanto a Roma garante classificação com um empate.

 

Por: Carla Andrade