Chaves brilha e ajuda Tricolor vencer na estreia de técnico interino!

O Tricolor Paulista foi até o Arruda, em Recife, enfrentar o Santa Cruz no domingo (7), pela 19ª rodada, que marca o fim do primeiro turno do Brasileirão. Graças às mudanças do interino Jardine, a mira de Chaves e as mãos de Denis o time conseguiu sair com a vitória.

Treinador multicampeão com o sub-20 venceu em seu primeiro jogo como treinador interino da equipe principal

FOTO: globoesporte.com

Já no primeiro tempo a equipe paulista se mostrou superior aos donos da casa. O São Paulo buscava constantemente o ataque, só faltava êxito na hora de finalizar, enquanto o Santa tentava uma reação, mas era parado por Maicon e Lyanco. 

O primeiro gol do jogo só saiu aos 39’ em uma jogada literalmente estrangeira: Cueva abriu para Mena, que cruzou com perfeição para Chaves subir e marcar seu primeiro gol na partida.

Os estrangeiros têm feito a diferença no tricolor.

FOTO: Rubens Chiri

No segundo tempo, o time coral tentou uma reação e aos 10’ Darley perdeu a grande chance de empatar o jogo quando recebeu uma bola cara a cara com Denis, mas o camisa 17 chutou para fora. Pouco tempo depois, aos 19’, mais uma vez os estrangeiros apareceram. Cueva tocou para Chaves que se enroscou na zaga, mas conseguiu chutar e marcar o segundo gol do SPFC na partida. 

André resolveu mexer, tirou Cueva, Chaves e Thiago Mendes para a entrada de Luiz Araujo, Gilberto e Wesley, respectivamente. Com menos de 10 minutos em campo, o garoto Luiz Araujo deu um tranco duro em Arthur dentro da área e o árbitro marcou pênalti para os donos da casa, Grafite cobrou, mas Denis escolheu o canto certo, caiu bem e fez a defesa.

Denis, que vinha sendo criticado por parte da torcida, tem feito ótimas defesas e se destacado.

FOTO: saopaulofc.net

Pouco tempo depois, aos 38’, Keno fez um belo giro dentro da área e bateu forte de perna esquerda, sem chances para o goleiro são-paulino, 1x2. O time pernambucano não teve mais força e nem tempo para buscar o empate e o time paulista passou a administrar os poucos minutos que faltavam para o fim da partida. 

É preciso destacar como em 2 dias de treinamento André Jardine conseguiu mexer no time. Com Patón, a equipe jogava em um 4-2-3-1, já com ele o time entrou em campo no 4-1-4-1. E essa mudança fez com que João Schmidt ficasse recuado protegendo a zaga, enquanto o meio-campo tinha como função deixar Chavez na cara do gol. A formação deu certo e o tricolor conseguiu quebrar o jejum de 5 jogos (4 pelo brasileiro e 1 pela libertadores) sem vitória.

Agora o clube do Morumbi, que conseguiu subir 2 posições e está em 9º lugar na tabela, enfrenta o Botafogo para iniciar o returno às 16hrs de Brasília, em casa, e o Santa Cruz, que está amargando a zona de rebaixamento em 18º lugar, só volta ao campeonato brasileiro dia 15, segunda-feira, às 21hrs (BSB) para jogar com o Vitoria na Bahia.

FICHA TÉCNICA 
SANTA CRUZ 1 X 2 SÃO PAULO 

Local: 
Arruda, em Recife (PE) 
Data/Hora: 7 de agosto de 2016, às 16h15 
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo - RJ 
Assistentes: Rodrigo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do Rio de Janeiro) 
Público/renda: 12.552/R$ 205.870,00 
Cartões amarelos: João Schmidt, Mena, Luiz Araújo (São Paulo); Derley (Santa Cruz) 
Gols: Chavez, 39'/1ºT (0-1); Chavez, 19'/2ºT (0-2); Keno, 38'2ºT (1-2) 
SANTA CRUZ: Tiago Cardoso, Léo Moura (Renatinho - 21'/2ºT), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Derley, Jadson (Arthur - intervalo), Danilo Pires (Bruno Moraes - 33'/2ºT), João Paulo; Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes. 
SÃO PAULO: Denis, Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Wesley - 31'/2ºT) e Joao Schimidt; Kelvin, Cueva (Luiz Araújo - 25'/2ºT) e Chavez (Gilberto - 27'/2ºT). Técnico: André Jardine.

 

Por Jéssica Nogueira Gonçalves

Curta Blog Mulheres em Campo