CHEGA DE TESTES, AGORA É LIBERTADORES!

 

 

Essa é a hora que nós viramos a chave, mudamos de competição, agora "tudo é Libertadores".

 

Pausa no estadual, vaga à semifinal garantida, time invicto, primeiro lugar do grupo, começo de gauchão melhor que os dos últimos 10 anos em números e vitórias, time tranquilo.

 

O Colorado começa nesta terça-feira (04), a primeira fase classificatória para a Libertadores da América 2020. O primeiro desafio é no Chile, onde o grupo desembarcou na noite deste domingo (03).

 

Foto: Ricardo Duarte

 

O adversário, Universidad do Chile, que só foi conhecido na segunda quinzena de janeiro, após Union Espanola ter desistido de disputar a final da Copa do Chile, pode não ser o único desafio em terras chilenas.

 

O Chile vive há semanas sob protestos contra o governo Piñera, protestos esses que fizeram com que o futebol parasse no país, muitas rodadas dos campeonatos nacionais foram adiadas devido a falta de segurança aos seus torcedores e atletas. No começo de janeiro, as coisas se acalmaram e o futebol chegou a retornar, até o momento em que, na terça-feira (28), um torcedor do Colo-Colo foi morto em confronto com policiais e isso veio a reacender os protestos, e pôr, de fato, o futebol no centro das atenções.

 

Devido à isso a Conmebol solicitou que a partida que ocorreria às 19h15, fosse adiantada para que a mesma ocorra com a luz do dia, assim a partida foi antecipada para às 18h, no Estádio Nacional de Chile, em Santiago.

 

O INTERNACIONAL

 

Pelo Gauchão, o Colorado enfrentou o Ypiranga no último sábado (01), com a equipe reserva e com novas caras em campo. Bruno Praxedes e Guilherme Pato, campeões da Copinha fizeram suas estreias, Gabriel Boschilia, recém contratado também foi a campo.

 

Na última partida 10 jogadores do grupo principal foram poupados da viagem e ficaram treinando em Porto Alegre, estes devem ser os jogadores que irão a campo, a provável escalação do time de Coudet deve contar com: Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta, Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, Johnny; D’Alessandro e Guerrero.

 

O grupo realizou um único treino em Santiago, no Estádio San Carlos de Apoquindo, casa do Club Deportivo Universidad Catolica de Chile. O Colorado não fez reconhecimento do gramado.

 

Foto: Ricardo Duarte

 

Antes do treino, o zagueiro Victor Cuesta falou sobre a importância da partida - “todos os jogos são importantes, mas um mata-mata que te dá vaga na fase de grupos é mais importante ainda”- ressaltou

 

O futebol da equipe ainda não está em 100%, é sabido isso, mas, embora os atletas não estejam totalmente adaptados com a filosofia de jogo do argentino Chacho, é visto que o ambiente da equipe mudou, que o olhar da equipe mudou para cada partida.

 

O jogo é encarado com extrema seriedade, afinal, é LIBERTADORES! É o primeiro degrau que nos leva à Libertadores.


 

O ADVERSÁRIO

A equipe da Universidad do Chile vem embalada por uma boa vitória de 5x1 no campeonato nacional, com quatro gols de Joaquín Larrivey, o jogador mostrou-se muito confiante após a partida para o confronto contra o Colorado.

 

A partida que de longe é a mais importante da temporada até aqui para o Internacional, também servirá como o primeiro grande embate da equipe que passa por remodelações sobre sua filosofia de jogo, à partir dela o torcedor colorado, que vem bastante otimista com as mudanças, não somente dentro de campo, mas em um todo, poderá pesar melhor suas expectativas para a temporada.

 

O trio que comanda a partida, é um trio de “hermanos” Facundo Tello, de 37 anos, árbitro principal, será auxiliado por Julio Fernandes e Ezequiel Brailovski.

 

Foto: Ricardo Duarte  

 

PRA CIMA DELES COLORADO, JOGUEM POR ESTA CAMISETA !

 

De torcedora para torcedora, Jéssica Salini