Chegou a hora!

 

Sem mais espera, a torcida alvinegra já pode avistar a estreia do Galo na maior competição do continente. Às 19h30 (horário de Brasília) da próxima quarta-feira (8), em Mendoza na Argentina, o Atlético Mineiro irá enfrentar o Godoy Cruz em partida válida pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

 

A delegação atleticana chegou em solos vizinhos ainda no domingo (5) com o intuito de aproveitar melhor o tempo de preparação para o confronto. O técnico Roger Machado disponibilizou a lista de inscritos na competição com os 30 nomes escolhidos para defender o manto alvinegro, incluindo Adilson, volante recém contratado pela equipe e que ainda não fez a sua estreia pelo Galo.

 

 

Foto: Site Oficial Atlético-MG

 

 

Na segunda-feira (6), os jogadores efetuaram primeiro um treinamento funcional nas dependências da academia do hotel em que estão hospedados e depois seguiram para o estádio Feliciano Gambarte, onde fizeram a primeira atividade com bola em solo argentino. O treino foi aberto apenas nos 15 primeiros minutos para os jornalistas, em seguida Roger optou por mais privacidade na preparação do time visando o primeiro jogo diante dos Hermanos. Já nesta terça-feira (7), o Atlético finalizou a sua preparação em um último treino realizado antes da partida.

 

 

Foto: Site Oficial Atlético-MG

 

 

Mesmo com todo o mistério, o time colocado em campo por Roger não deve ser diferente daquele que vem sendo utilizado como titular nas outras partidas da temporada.

 

A equipe deve vir com Giovanni, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca e Elias; Danilo, Robinho e Otero; Fred.

 

O lateral direito Marcos Rocha, que disputa a quinta Libertadores consecutiva carregando o escudo atleticano, falou sobre a expectativa para a estreia na competição deste ano:

 

- Tem o frio na barriga, a ansiedade da estreia, mas nossa equipe é bastante madura, tem jogadores experientes. Então, a gente tem tudo para fazer uma bela primeira fase, tentar classificar em primeiro, pelas vantagens que a primeira colocação oferece. A motivação é muito grande e tenho certeza que o Atlético está preparado para fazer um grande jogo. – disse o jogador em entrevista coletiva.

 

A ansiedade toma conta do clima dentro e fora de campo, os torcedores alvinegros que só poderão ver o time jogar pela competição em solo mineiro em abril, estão a postos para ver a equipe ter um bom início de Libertadores e trazer da Argentina a primeira vitória do Galo. O apoio será incondicional, como bem sabem os jogadores, e não se espera deles nada menos do que a vida em campo em busca do título continental.

 

 

Vai pra cima deles Galo!

 

 

Por Júlia Campos – Por você e com você até o final, Galo!