CHILE GOLEIA O JAPÃO NA ESTREIA DA COPA AMÉRICA

O Chile, bicampeão da Copa América, estreou no torneio com uma goleada de 4 a 0 em cima do Japão, e tudo indica que no grupo C, a Seleção Chilena será osso duro de roer.

 

(Foto: Heitor Feitosa/VEJA)

 

Nesta segunda-feira (17), no Estádio do Morumbi, em São Paulo, as equipes Chilena e Japonesa fizeram sua estreia na Copa América 2019.

A equipe de Hajime Moriyasu foi a campo com o 4-4-2, e tudo indicava que talento era o que sobrava na escalação por conta do "Messi japonês",que foi recém contratado pelo Real Madrid e carregava enormes expectativas para o duelo.

Já o Chile de Rueda, foi a campo com o 4-3-3, e sua principal força se concentrava no meio-campo, com Erick Pulgar, Charles Aránguiz e Arturo Vidal. Entretanto, foi Vargas que fez a alegria da nação Chilena.

 

(Foto: Nelson Almeida/AFP)

 

De início, o primeiro tempo começou bem animado para a seleção japonesa, com as primeiras oportunidades vindo de Nakajima que arriscou de fora da área, mas passou longe do gol.

No entanto, a seleção Chilena não demorou muito para equilibrar a partida com Alexis, que teve dois lances consecutivos em chutes que saíram tirando casquinha da trave.

Com o Chile melhor na partida, é claro que o gol não iria demorar muito para sair!

Aos 40' Pulgar marcou o primeiro gol para a Seleção Chilena. 1x0.

Durante o segundo tempo, a La Roja não precisou ser tão intensa, pois já administrativa a posse de bola e não demorou para ampliar. Aos 8' o Chile acabou com qualquer possibilidade do Japão empatar a partida fazendo o segundo gol. Isla recebeu de Vargas e devolveu para o atacante bater de primeira, para fazer o segundo. 2x0.

Com a diferença de dois gols, os comandados por Rueda se acomodaram mais em campo e praticamente deixaram o jogo rolar. Aos 36' Aránguiz cruzou para Alexis Sánchez que marcou de cabeça. 3x0.

Após um minuto, Vargas ficou de cara para o gol e marcou o 4x0. O arqueiro chegou a 12 tentos em Copas Américas, maior goleador do país na história do torneio.

E por fim, nos minutos finais o Japão tentou acelerar pelo único golzinho de honra, porém sem sucesso.

 

JAPÃO

 

Foram tantas expectativas criadas nos samurais azuis, mas no primeiro tempo não conseguiram segurar o jogo e acabaram sofrendo o primeiro gol que desencadeou a goleada. O "Messi Japonês" também não estava em um bom dia, o que pode ter contribuído para o péssimo resultado.

"Acho que a gente não mereceria ter terminado sem fazer um gol. Criamos diversas chances e vamos lutar no próximo jogo." - Lamentou Moriyasu, técnico do Japão.

(Foto:EPA)

 

CHILE

 

Com uma ótima atuação, a La Roja mostrou que é uma das favoritas na competição em busca do tri.

"Os campeões sempre começam mal os torneios, mas trabalhamos para isso, para não sofrer com essa síndrome, em um jogo de muita pressão." - Relatou Reinaldo Rueda, técnico do Chile.

 

E mais uma vez, estádio vazio! Foram 23,3 mil pagantes e a renda chegou a 4,7 milhões.

Pelo menos a torcida chilena serviu para animar um pouco mais a atmosfera no Morumbi.

 

Agora, pela segunda rodada, o Japão volta a jogar na próxima quinta-feira (20), contra o Uruguai, na Arena do Grêmio. E o Chile enfrentará na sexta (21) o Equador, na Arena Fonte Nova.

 

Por Rhayanne Atryssa e Daiane Luz