CLÁSSICA FLÓRIDA CUP

 

Uma estreia marcante. Assim pode-se definir o primeiro desafio de Rogério Ceni como dirigente técnico do São Paulo.

O clássico sul-americano contra o River Plate, um rival tão conhecido, não poderia ser menos grandioso do que foi. Apesar de amistoso, as duas equipes entraram em campo com objetivos traçados, afinal em uma competição ninguém quer sair derrotado.

Por ser pré-temporada, onde os clubes estão em formação para o ano que se inicia, Rogério trabalhou bem a escalação durante a partida, levando a campo dois times distintos em cada etapa e a diferença que as mudanças fizeram só não viu quem não quis!

 

O jogo

Apesar da falta de pontaria, com Cueva perdendo pênalti logo no início do jogo e Luiz Araújo e Chávez perdendo gols a rôdo, uma equipe veloz e habilidosa no primeiro tempo fez com que os olhos dos torcedores são paulinos brilhassem, já que em 2016 uma das coisas que faltou foi velocidade em campo.

Os primeiros 45 minutos agradaram ao torcedor e a Rogério Ceni, mas para a etapa complementar foi preciso fazer alterações, já que a pré-temporada é feita para testar esquemas táticos e jogadores. E o que se viu já não tinha mais tanto brilho...

Com praticamente outro time em campo, o jogo ficou mais lento, mais cadenciado, e as lembranças do São Paulo apático de um 2016 não tão distante vieram à tona. Aquele Tricolor que deitou e mandou no primeiro tempo já não se fazia presente e agora parecia acuado e inclusive ficou bem próximo de tomar o gol, já que o River Plate voltou para o jogo também com alterações.

Apesar de tantas tentativas, as equipes ficaram apenas no 0x0, o que levou a disputa para os pênaltis. E na estreia de Rogério Ceni no comando tricolor, o grande destaque da noite foi um goleiro. Sidão, que entrou no segundo tempo, pegou duas cobranças das 8 batidas pelos argentinos e garantiu o São Paulo na final da competição.

 

Foto: outdonews.com

 

Majestoso Internacional

O primeiro Majestoso do ano vem aí!

Hoje, às 21h (Brasília), o São Paulo enfrentará o Corinthians no Bright House Networks Stadium, em Orlando (EUA). A equipe de Carille venceu o Vasco da Gama na noite de quarta-feira (18) e garantiu vaga para a disputa do título da competição.

 

Foto: 1news.com.br

No São Paulo, Ceni deverá começar com a mesma formação do jogo contra o River Plate. Sendo assim, deve ir a campo na primeira etapa o goleiro Denis; Maicon, Breno e Rodrigo Caio; Thiago Mendes, Bruno, Buffarini e Cueva; Wellington Nem, Luiz Araújo e Chávez.

Independente de quem vai atuar, não será uma partida qualquer, já que do outro lado estará nada menos que o arquirrival de Itaquera. São Paulo e Corinthians nunca jogarão apenas por jogar. Sempre valerá muito mais que um simples treino de pré-temporada, afinal é a história que está em jogo.

Mas há de se ter em mente que apesar de valer uma taça, é de fato um amistoso, onde os treinadores poderão fazer várias mudanças no decorrer da partida, sem se importar – se importando – caso a derrota venha.

Que vença o... melhor?! Que vença.



Renata Chagas