CLÁSSICO DO INTERIOR

Mais uma vez o Noroeste entra em campo para um clássico. Neste sábado (15), o Alvirrubro vai até o estádio Gilbertão, enfrentar o Linense às 20h. 

Foto: Reprodução da Internet

Mais uma partida importante para o Norusca se manter na ponta na tabela, a equipe está com 15 pontos em 5 jogos, e tem ainda a marca de não ter tomado gol neste campeonato. Já o Linense está em 5º e com 7 pontos, vai em busca da vitória para melhorar sua classificação.

Embora o Noroeste não tenha nenhum desfalque para enfrentar o adversário, é provável que o técnico Luiz Carlos Martins tenha algumas dúvidas para escalar o meio da equipe. França que ainda não jogou neste campeonato está perto de fazer sua estreia, e existe a possibilidade de ser nesta partida, o departamento médico fará a avaliação momentos antes da partida. Outra dúvida diz respeito a John Egito, que vem entrando na segunda etapa das partidas, e fazendo um bom trabalho. E o meia falou sobre o bom momento da equipe "Estamos vivendo um grande momento, espero que a gente consiga manter. Estamos evoluindo. Em 2019 batemos o recorde do clube de ficar 13 jogos sem perder e esse ano o desejo não é diferente. Estamos trabalhando, com os pés no chão e muito respeito por cada adversário. Vamos pegar o Linense em jogo muito difícil e estamos preparados. Não tem jogo fácil. E nem vai ter. Para nós jogadores, cada jogo é uma final de campeonato. Não ganhamos nada ainda e estamos em busca da classificação para a segunda fase".

John Egito

Foto: Bruno Freitas - E.C. Noroeste

Com essas dúvidas a provável escalação é: 

Pablo; Edson Júnior, Jean Pierre, Guilherme Teixeira e Renan; Jonatas Paulista, Blade (França), Igor Pimenta (John Egito) e Yamada; Fabrício e Pedro Felipe.

A esperança é que esta equipe continue jogando da maneira como jogou na última rodada, com muita vontade, garra e seriedade. Mostrando a todos qual o lugar onde se quer chegar e batalhar sempre por isso.

 

Avante Noroeste.

 

Kelly Cristine Janiro

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.