Clássico regional

pira1.jpg

Fonte: Facebook Bugre Guerreiro

 

Vai ter clássico regional pela 5ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. XV de Piracicaba e Guarani se enfrentam nesta terça (14), às 20h, no Barão de Serra Negra.

 

HISTÓRIA

Por falar em Barão de Serra Negra, o Bugre se dá bem por lá. Nos últimos 30 anos foram 13 jogos realizados, vencemos quatro, empatamos sete e perdemos apenas dois (em 1990 e 2011). Algumas coisas parecem conspirar ao nosso favor, mas isso não deve ser levado em conta, já que o alviverde campineiro e o nhô quim sempre realizam grandes partidas. No confronto geral, as equipes se enfrentam pela 123ª vez e o Bugre leva mais vantagem por aí, são 57 vitórias do lado verde e branco contra 35 do lado preto e branco, e 30 empates.

Uma das partidas mais marcantes para o torcedor bugrino e xvzista, creio que tenha sido em 2011. O jogo valia pela final do Campeonato Paulista da Série A2. Em um Barão completamente lotado, o jogo terminou empatado em 2x2 e foi para os pênaltis. Neles, o XV sagrou-se campeão, vencendo por 4x2.

A torcida bugrina INVADIU a cidade de Piracicaba naquela noite, mas não conseguiu ver o Bugre levantando a taça. Quiseram os deuses do futebol que o título ficasse nas mãos do nhô quim.


pira.jpg

Fonte: Web Organizadas

 

O último duelo entre as equipes aconteceu no dia 16/02/2013 e o Guarani venceu fora de casa por 2x3, com gols de Ronaldo Mendes (2) e Thiago Matias.

 

MOMENTOS DISTINTOS

O Guarani vem de vitória fora de casa contra o Rio Preto e busca engrenar na competição, já o XV, na zona de rebaixamento e ainda sem vencer na Série A2, empatou o último jogo contra o Taubaté em casa e conta com a ajuda de sua torcida.

O técnico Ney da Matta acredita que o Bugre esteja dentro da meta planejada para as primeiras cinco rodadas, de somar 10 pontos. E para atingi-la, basta vencer o alvinegro.

pira2.jpg

Ney da Matta pretende usar a mesma base que venceu o Rio Preto, mas deve mudar o goleiro (Foto: Vaner Santos/EPTV)

“As coisas estão dentro do planejamento, que é encaixar dez jogos em cinco rodadas. Falei a vocês que o time iria encaixar lá pela quarta ou quinta rodada. A vitória dá mais tranquilidade para trabalhar. O empate em casa (contra o São Caetano, por 0 a 0, pela terceira rodada) deixou uma semana ruim para trabalhar. Estamos buscando achar equilíbrio entre o setor defensivo e ofensivo. Crescemos um pouco e é mais um degrau que subimos”, disse o comandante bugrino.

Ele ainda afirma que, a proposta é mexer menos na equipe. O técnico aprovou alguns encaixes, como Auremir e Evandro no setor de marcação do meio campo. Mas deixa claro que, se as coisas não darem certo, ele não pode persistir no erro. O trabalho agora é totalmente visado para o entrosamento do time titular.

 

PROVÁVEL ESCALAÇÃO

O Bugre deve ir à campo com a mesma equipe que enfrentou o Rio Preto na última rodada. A única dúvida fica por conta do goleiro Leandro Santos, que sentiu um incômodo no nervo ciático.

Portanto, o provável time de Ney da Matta deverá ser: Luis Henrique; Lenon, Genilson, Diego Jussani e Gilton; Evandro e Auremir; Uederson, Fumagalli e Marcinho; Braian Samudio.

Leandro Santos estando em condições de jogo volta para a sua vaga de origem no lugar de Luis Henrique.

 

ARBITRAGEM

Rodrigo Santos apita, auxiliado por Ricardo Pavanelli Lanutto e Marco Antônio de Andrade Motta Junior.

 

INGRESSOS

Os valores para a torcida bugrina são: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). A entrada será feita pelo portão 3.  

 

Avante Guarani!

Fernanda Martins