Classificados para as oitavas de final

 

 

Caxias e Maringá realizaram neste domingo (10) o jogo de volta da segunda fase da Série D. O placar de 1 a 1 no interior do Paraná, dava chances para ambas as equipes em conquistar a vaga para as oitavas de final, bastava uma vitória simples. O Caxias por sua vez, entrou ciente de sua responsabilidade. E toda a ansiedade que envolveu o decorrer da semana foi amenizada logo aos quatro minutos de jogo.

Robinho do Maringá, recuou a bola para o goleiro adversário que devolveu, Eder que não é bobo, deu bote e roubou a bola do zagueiro, chutando forte para abrir o placar para o grená do povo: Caxias 1 x 0 Maringá.

 

 

Foto: Luiz Erbes – Divulgação S.E.R. Caxias

 

 

 

Após o gol, o Caxias pressionou o Maringá dentro de sua área. Quatro minutos depois de marcar o primeiro tento, Rafael Gava por pouco não ampliou: Depois de receber um cruzamento de Nathan, o meia chutou, mas a zaga tirou em cima da linha.

Mas não demorou muito para que a equipe da casa marcasse o segundo. Depois de cruzamento de Eder, a bola acabou desviando em Denis Neves e sobrou para Rafael Gava na linha de fundo. O atleta grená cruzou e encontrou Júnior Alves pelo caminho. O zagueiro por sua vez, só se deu ao trabalho de empurrar para o fundo das redes: Caxias 2 x 0 Maringá.

 

 

Foto: Luiz Erbes – Divulgação S.E.R. Caxias

 

 

Apesar de estar à frente no placar, o Caxias seguiu em busca do terceiro gol, que só não saiu por erros nas finalizações. Durante o primeiro tempo, a equipe paranaense quase não deu trabalho para Gledson. A melhor chance veio no final da primeira etapa. Após cobrança de falta de Paulinho Moccelin, Bruno Batata chutou e a bola passou rente a trave.

O terceiro gol grená aconteceu no segundo tempo. Aos seis minutos Diego Miranda cobrou escanteio, Lito cabeceou e marcou um golaço contra a própria meta. Gol contra: Caxias 3 x 0 Maringá. O quarto quase veio nos pés de Túlio Renan, que livre de marcação chutou em cima do goleiro adversário.  

Apesar das boas chances, o Caxias não conseguiu ampliar. Com superioridade, convicção e tranquilidade, a equipe de Luiz Carlos Winck está classificada para as oitavas de final da Série D.

Juro pra vocês que achei que seria mais difícil. Passei a semana me preparando psicologicamente para o que poderia enfrentar durante o jogo. A primeira partida foi uma sucessão de mini-infartos regados de ansiedade e nervosismo. Mas ontem, por incrível que parece, não foi nada parecido com o que vivi domingo passado. O Caxias foi superior durante toda a partida. Fez o que quis com o jogo e mostrou tranquilidade para administrar muito bem o resultado construído. Mesmo com o placar a favor, a equipe não deixou de procurar o gol a todo o momento e isso certamente é um ensinamento deixado lá naquela eliminação precoce do Campeonato Gaúcho. Jogamos bem, fomos convictos e estamos cientes de nossas obrigações. Seguimos invictos e temos o melhor ataque, seguido da melhor defesa da competição. A caminhada ainda é longa, mas estamos no rumo certo! Agora, enfrentaremos o Uberlândia de Minas Gerais. A primeira partida acontece no sábado, às 16 horas, fora de casa.

 

Todos juntos com o grená.

 

 

FICHA TÉCNICA

CAXIAS 3 x 0 MARINGÁ

JOGO DE VOLTA – SÉRIE D – SEGUNDA FASE

 

 

Caxias: Gledson; Cleiton, Júnior Alves, Jean e Julinho; Gilson, Rafael Gava e Diego Miranda; Nathan (Caio Cézar), Wesley (Foguinho) e Eder (Túlio Renan). Técnico: Luiz Carlos Winck

 

Maringá: Matheus; Lito, Alex Fraga, Robinho (Renan Costa), Denis Neves; Carlão, Serrato, João Pedro, Paulinho Moccelin  (Dandan); Juba e Bruno Batata. Técnico: Fernando Marchiori

 

Arbitragem: Ronei Candido Alves, Marconi Hebert Vieira e Marcyano da Silva Vicente (MG).

 

Cartões amarelos: Geninho, Nathan, Julinho do Caxias; Serrato, Carlão, Lito do Maringá.

 

 

Francielle Fabro