COM A CORDA NO PESCOÇO...

Gigante vai até Cariacica-ES buscar a recuperação diante do Paraná.

 

Derrotas, time desorganizado e pressão da torcida esse é o Vasco nessa reta final de série B. A diferença de pontos para os rivais que estão na briga está cada vez menor.

A insatisfação da torcida diante das péssimas atuações do time aumentaram depois da derrota para o CRB no último sábado em São Januário e os protestos contra a diretoria que ao que parece não está nem um pouco preocupada com a situação do clube, também foram vistos nesta sexta no desembarque do time no Espírito Santo, onde o gigante irá enfrentar o Paraná neste sábado. A vitória nessa partida é fundamental e os jogadores estão cientes disso:

 

"Nós precisamos voltar a vencer e se isso acontecer tenho certeza de que muda tudo, pois a confiança volta e nós vamos reagir para atingir os nossos objetivos. Esse mesmo time conseguiu avançar ao longo da temporada, obtendo resultados muito importantes e não desaprendemos. O Vasco tem qualidade para voltar a encontrar o rumo e vamos fazer isso, de preferência a partir da próxima rodada", disse o zagueiro Luan.

 

Protesto da torcida do Vasco na chegada do time ao Espírito Santo. Créditos: Felipe Schimdt\ globoesporte.com

 

Falando sobre a equipe que entrará em campo, o técnico Jorginho usou os treinamentos da semana para fazer algumas mudanças no time, Diguinho após sua atuação no último jogo é um dos que saem do time titular e no seu lugar entra William, Douglas que está de volta após servir a seleção brasileira sub 20, entra no lugar de Fellype Gabriel e Thalles dá lugar a Junior Dutra no ataque.

 

- A gente tem que estar atento, porque a realidade é que o quinto colocado está próximo. Se tropeçarmos e os caras ganharem, vão encostar. Aí, as coisas se tornam difíceis, a pressão aumenta. Todos nós precisamos ser chacoalhados e entender que aqui é Vasco, tem que ser protagonista. Estamos em alerta, em estado de guerra no bom sentido, na questão de atenção" disse o técnico Jorginho.

 

Jorginho acerta o posicionamento da equipe Cruz-maltina. Créditos : Facebook do clube Vasco da Gama.

 

PARANÁ:

 

O time vem de uma derrota para o Joinville fora de casa, com 36 pontos é o décimo  quinto colocado e briga para ficar cada vez mais distante da zona de rebaixamento. O time vem atuando frequentemente fora de casa e o técnico Roberto Fernandes  falou sobre essa situação:

 

“Jogar longe de casa no futebol é terrível, não é bom nunca. Estou chateado porque aqui fiz quatro jogos, sendo três deles fora de casa. Jogar em casa é sempre melhor, independentemente da situação”, apontou o comandante.

 

FICHA TÉCNICA

 

PARANÁ-PR X VASCO DA GAMA

 

Local: Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES)

Data: 22 de outubro de 2016 (Sábado)

Horário: 16h30(de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: José Carlos Oliveira dos Santos (BA) e Adailton José de Jesus Silva (BA)

 

PARANÁ: Marcos; Leandro Silva, Zé Roberto, Alisson e Rafael Carioca; Diego Tavares, Fernandes, Anderson Uchôa, Nadson e Murilo Rangel; Lúcio Flávio (Fernando Karanga). Técnico: Roberto Fernandes

 

VASCO: Martin Silva, Madson, Rodrigo, Luan e Julio Cesar; William, Douglas, Andrezinho e Nenê; Júnior Dutra e Éderson. Técnico: Jorginho


por Jessica Martins.