COM DOIS GOLS DE BRUNO HENRIQUE O FLAMENGO VENCE A PRIMEIRA BATALHA NO MARACANÃ

Com o Maraca lotado, diante 66.666 torcedores e com direito a mosaico com a frase "Pela Copa", o Flamengo abriu uma boa vantagem vencendo por 2x0 no primeiro jogo das quartas de finais da Libertadores. Os gols vieram do iluminado camisa 27, Bruno Henrique. 

A partida começou acirrada, com uma boa marcação do Inter. O Flamengo buscava o ataque e conseguiu assustar o goleiro colorado somente aos 18' em um chute de Bruno Henrique que parou em Lomba. 

Depois da metade do primeiro tempo a partida ficou concentrada em muitos lances físicos. O Rubro-Negro seguia com o domínio da bola, mas a boa marcação gaúcha era em cima. 

Aos 41' Patrick roubou a bola de Rafinha na linha de fundo e rolou para Guerrero, quando o atacante colorado tentou chutar para o gol, foi travado e ficou caído no chão pedindo pênalti. A arbitragem de primeira mandou o jogo seguir, mas depois ouviu o VAR e foi ver a revisão do lance. Por fim, não era nada, foi somente o ator do Guerrero “de migué”. 

E o cartão por simulação e reclamação não existiu...

E por sinal, será que Guerrero já saiu do bolso do Rodrigo Caio? 

Foto: twitter do Rodrigo Caio

 

Na volta do Intervalo, aos poucos o Flamengo conseguiu se encaixar nas brechas que o time gaúcho deixava e somente aos 29' conseguimos abrir o placar. 

Com um contra-ataque rápido, Bruno Henrique foi lançado, mas foi travado por Cuesta. A bola sobrou nos pés de Gérson, que tocou para o atacante mandar para dentro do gol. 1x0 Flamengo.

Com o gol, o Inter saiu para buscar mais o ataque, e acabou tomando outro gol aos 31' novamente com o camisa 27, que levou vantagem em cima de Custa e bateu para o gol. 2x0 Flamengo. É o que? Defesa do Inter não tomava gol a mais de 500 minutos?  Toca em BH que ele resolve.

Mesmo após o segundo gol, os gaúchos tentavam avançar, mas sofria com o contra-ataque do time carioca. Ainda perdemos a chance de ampliar o placar aos 40', com Gabigol que furou uma finalização vindo dos pés de Bruno Henrique. 3x0 seria lindo, pena que Gabigol não fez...

Somente nos minutos finais o time colorado criou uma jogada que por um fio não resultou em gol, com Nico Lopez que ficou praticamente cara a cara com o goleiro, mas chutou pela linha de fundo. 

Assim, o Flamengo saiu vitorioso na primeira batalha. Os colorados que estavam só na retranca, e queriam apenas não perder, foram castigados.

Eu vivi para ver o Flamengo passar um jogo sem sofrer com a Lei do Ex. 

No fim da partida, Bruno Henrique, o homem da partida,  teve seu nome ovacionado pelos torcedores Rubro-Negros.

"Tem uma frase que fala que "quem trabalha Deus ajuda". Ele me honrou, me abençoou. Sair aplaudido pela Nação não é para qualquer um, eu tive esse privilégio." - disse, emocionado.

Foto: twitter do Bruno Henrique

 

A guerra não acabou. Ainda restam mais 90 minutos de muita tensão. O time Rubro-Negro, no jogo de volta, que será na próxima quarta-feira (28), no Beira-Rio, pode perder até por 1x0 que fica com a vaga nas semifinais, caso fique 2x0 a partida vai para as penalidades.

 

TUA GLÓRIA É LUTAR! 

Por: Rhayanne Athyrssa.