Com falhas individuais e coletivas o São Paulo é superado novamente no Allianz Parque

 

Com um time diferente o tricolor paulista perdeu novamente para o Palmeiras, neste sábado (11). O Soberano foi até o Allianz Parque para enfrentar os dono da casa, a torcida Tricolor acreditava em mais uma vitória em clássico, porém não foi o que aconteceu.

 

O jogo

 

A equipe do Morumbi entrou em campo sem o meia Cueva e por isso teve muita dificuldade para criar jogadas, logo nos 10' a equipe do verdão já estava com uma marcação junto, Thiago Santos estava ganhando todas no meio dos visitantes tendo dificuldade na saída de bola.

O jogo foi duro com muitas faltas, e as melhores chances foram dos donos da casa. O time montado por Ceni estava menos ofensivo por isso o goleiro sempre está à frente para dar opções para os zagueiro e com o Palmeiras marcando forte essa tática "seria" a adequada, mas aos 45' Denis não esperava Edígio roubar a bola de Bufarrini e tocar para Dudu que viu o arqueiro adiantado e lá se foi, parecia até um replay mas era apenas mais um gol de cobertura que faziam no tricolor.

                                     

Denis já está resignado com as frequentes críticas que recebe no São Paulo (foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

 

Na segunda etapa o São Paulo ainda estava recuado para não tomar outro gol e os dono da casa indo para cima, aos 10' o ex-são paulino Michel Bastos tocou para Tchê Tchê livre que chutou no canto do e ampliou, mais uma falha de Denis ou um belo chute ? Eis a questão !

O goleiro do Palmeiras ? O nome nem se ouvia, só faltava sentar no meio do gol e assistir o ataque trabalhando !

Aos 25' Borja recebeu, disputou com Douglas, Denis saiu do gol com a mão mole o colombiano tirou e Guerra completou 3x0 fim de jogo.


 

Já está na hora de parar de dar chances !

 

Parece brincadeira, mas a já está na hora do Denis procurar outra profissão, o goleiro recebe várias chances e NUNCA ajuda a equipe. É assim, uma defesa boa e cinco ruins, engraçado ouvir do próprio que já está acostumado com críticas mas o mesmo não desiste. A torcida Soberana não aguenta tanto sofrimento quando ele está no gol, ontem sabemos que alguns erros foram coletivo, mas um goleiro que está a 7 anos treinando deveria saber no mínimo que naquela bola do Borja ele deveria sair  com o pé ou ir para cima.

“Já estou acostumado. Tranquilo” o Goleiro disse, dando os ombros para todos os que criticam FORA DÊNIS


 

O meio depende do Cueva

 

Ontem todos perceberam isso, o meia que consegue olhar o jogo, dar passes. O nome do craque Luiz Araújo nem foi ouvido, pois Thiago Mendes não fez a função que o peruano faz, ou o tricolor arruma alguém que o substitua o camisa 10 a altura nas horas que precisar ou vamos sofrer quando ele não jogar !

 

Ceni infelizmente não encontrou alternativas para lidar com a pressão palmeirense e declarou:

 

“O time pode andar sem o Cueva, mas prefiro andar com o Cueva”. Ressaltou o técnico São Paulino


 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 x 0 SÃO PAULO

 

Palmeiras: Fernando Prass; Fabiano (Jean), Yerry Mina, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Michel Bastos, Guerra e Dudu (Keno); Willian (Borja).

São Paulo: Denis; Buffarini, Douglas, Rodrigo Caio e Junior Tavares; Jucilei (Wellington Nem), Cícero e João Schmidt (Lucas Fernandes); Thiago Mendes, Lucas Pratto e Luiz Araújo (Araruna)

Técnico: Rogério Ceni

Local: Allianz Parque, São Paulo-SP

Data: 11/03/2017, sábado

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)

Assistentes: Bruno Salgado Rizo (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Público: 36.090 pagantes

Renda: R$ 2.309.892,74

Cartões amarelos: Thiago Santos, Tchê Tchê e Vitor Hugo (PAL); Cícero Rodrigo Caio e João Schmidt (SAO)

Gols: Dudu, aos 45 minutos do primeiro tempo; Tchê Tchê, aos 10, e Guerra, aos 25 do segundo tempo

 


Por: Bia Souza - São teus Guias brasileiros que te ama eternamente !