COM GRITOS DE TIME SEM VERGONHA E FORA PACHEQUINHO CORITIBA SAI DERROTADO DO COUTO PEREIRA.

O Coritiba entrou em campo na noite desta segunda-feira (10) contra a equipe do Sport. Após um empate frustrante contra o Vasco na semana passada, de volta ao Couto Pereira o time iria em busca de uma reabilitação no campeonato, já que vinha de seis jogos sem vencer.

 

 Site oficial do Coritiba.

 

Frustração palavra que define o sentimento dos torcedores Alviverdes que estavam esperando a reação do time. Se ganhasse, o Coritiba assumiria a 6° colocação e seria um ótimo passo para brigar entre os primeiros colocados, como havia sendo no início do campeonato. Porém, desde o jogo contra o Botafogo o rendimento do time caiu, não sabemos o que é uma vitória, e acabamos amargando a derrota pro Sport por 0x3 dentro da nossa casa.

 

Pachequinho ouviu o estádio chamar ele de "burro" após uma substituição, deixou o meio campo apenas com Tomás Bastos e Edinho, tirando Anderson e colocando Alecsandro. Depois em entrevista coletiva, o técnico explicou que, como Anderson está voltando não poderia jogar a partida inteira, pois já havia sido poupado também de alguns treinos devido a sua condição física. Como já havia perdido duas substituições por lesões (Tiago Real e Matheus Galdezani) optou pela entrada de Alecsandro, que mais uma vez, demonstrou um péssimo futebol ao lado de Henrique Almeida e Rildo.

 

O Time do Coritiba está manjado, a lateral direita pobre de jogador, Dodô, Léo e Rodrigo Ramos não rendem. Werley ficou fora da partida e deu lugar a W. Maia, que por infelicidade não foi bem e ainda fez um gol contra, Henrique Almeida e Rildo, talvez seria o momento de pensar em entrar com Neto Berola e Iago, uma opção ou outra, quem sabe  e as duas pra ver se o  ataque rende. Edinho o Edinho de sempre, não dá pra culpar um jogador que ficou no banco e precisou entrar, não ia fazer milagre sozinho.

 

Culpamos o técnico por não tentar outras opções e insistir no mesmo esquema tático todo jogo, mas esquecemos que dentro de campo, temos onze jogadores que deveriam suar a camisa, e alguns não vêm demonstrando o futebol que sabem, livro dessa culpa Wilson e Kléber. Wilson salva atrás e Kléber corre na frente, dois guerreiros. Wilson livrou o Coxa de um placar maior ainda, Kléber sozinho não consegue carregar o time nas costas, mas se conseguisse, carregaria, e já sabemos que sem ele o time piora.

 

Foi uma derrota pra deixar qualquer um triste, qualquer um frustrado, e se não bastasse tamanha "vergonha" ainda temos que aguentar jogador dizendo: "Se não quiserem, estou emprestado pelo Palmeiras, pego minha mochila e vou embora" - Alecsandro após o jogo, um jogador que quando teve suas oportunidades não fez nada além de assistir a partida do gramado, erra passes e não manda uma para o gol, Coritiba aceitou esmola do Palmeiras para quitar a dívida do Raphael Veiga. Querido Alecsandro, você e sua arrogância jamais chegarão perto do que seu pai (Lela) representou e é até hoje pro Coritiba, se quer sair, não seja por falta de tchau!

 

É triste e ao mesmo tempo preocupante o que vem acontecendo, um time que começou o campeonato maravilhosamente bem, sendo elogiado e lembrado por todos, um time que atacava e ao mesmo tempo com uma defesa espetacular, chegou a ser a melhor defesa do campeonato, de uma hora pra outra cair de rendimento assim, tão fácil, sem vencer há sete jogos, caímos na tabela e temos que nos recuperar, dessa vez é fora de casa e contra o Avaí, é hora de mostrar ao que veio, chega de brigar na parte de baixo da tabela, eu quero o time lá em cima, eu quero meu Coritiba brigando por coisas grandes neste campeonato, CHEGA!

 

Ocupamos a 12° colocação, caímos muito na classificação. Torcida pede a saída do técnico Pachequinho, que sob pressão, permanecerá no cargo segundo o diretor de futebol Alex Brasil.

 

"Saio triste, chateado. Sou o técnico e sou responsável, e a cobrança vem, pois todos querem que o Coxa possa vencer."- técnico Pachequinho na coletiva após o jogo.

 

SOBRE O JOGO

 

Site oficial do Coritiba.

 

Wilson sem sombra de dúvidas o melhor do time em campo, fez três defesas difíceis logo no início da partida. O Sport parecia estar em casa e era quem mais atacava, o Coxa até tentou algumas vezes mas quem mandava na partida era o Sport. Não demorou muito para abrir o placar, Mena aproveitou a confusão da zaga e mandou rasteiro sem chances para o goleiro Wilson, levando a vantagem para o vestiário. O Coritiba perdeu Tiago Real por lesão e em seu lugar entrou Tomas Bastos, no intervalo Matheus Galdezani também saiu lesionado e em seu lugar, entrou Edinho.

Segundo tempo tinha tudo para o Coritiba reverter a situação, mas, mais uma vez Wilson precisou trabalhar, o time andava em campo, o Coritiba tentou mas a bola parava em Magrão. Outra substituição, dessa vez Anderson deu lugar a Alecsandro. Substituição essa que foi com vaias da torcida que da arquibancada chamava Pachequinho de "burro".

Sport conseguiu acabar com o jogo no final, Rogério fez o segundo gol do Sport, desânimo total da equipe do Coritiba. E quando a gente pensou que não podia piorar, antes de acabar o jogo, W. Maia fez um gol contra. Lembrando também que William Matheus em um lance desnecessário acabou sendo expulso.

Muita coisa ainda tem que melhorar, muita coisa precisa ser revista, não existe apenas um culpado, existem vários culpados. Próximo compromisso, Avaí, fora de casa, precisamos levantar e voltar ao objetivo que é brigar em cima da tabela.

 

LUTAREMOS JUNTOS ATÉ O FIM!

 

 

Por: Patrícia Moro.