Com muitas falhas de marcação e ineficiência na criação, o Palmeiras escorrega em casa e amarga sua primeira derrota no Paulistão.

(Foto: Agencia Palmeiras)

Diante de uma torcida, que encheu o Allianz Parque, o Verdão comete muitos erros de marcação e perde do Linense pelo placar de 2x1, na tarde desse sábado.

O primeiro tempo começou com o time de Marcelo Oliveira conseguindo  pressionar um pouco e com isso, chegando ao gol adversário em algumas finalizações, como no chute certeiro de Allione, para a excelente defesa do goleiro Oliveira.

Aos poucos o jogo ficou morno e o Palmeiras não conseguiu criar.

Aos 37 minutos do primeiro tempo, Alecssandro é travado na área, por Marcão, um pênalti claro que o juiz marcou. O próprio atacante bate e Palmeiras abre o placar. O primeiro gol do Alviverde Imponente no ano marcado em sua Arena, é muito comemorado pela torcida.

Mas a resposta do time de Lins veio rápido, Pottker recebe um lançamento longo, feito nas costas de Vitor Hugo, que não consegue acompanhar e estoura a rede de Prass. Falha da defesa. Empate justo.

No segundo tempo, o Palmeiras entra melhor e logo aos 9 minutos, Allione arranca com a bola dominada e faz boa jogada com Egídio, que coloca Alecsandro na cara do gol, mas o chute sai para fora.

Rafa Marques tenta jogada individual e a bola passa muito perto do gol adversário.

O Palmeiras continua pressionando. Erik, que havia entrado no lugar de Alecsandro, recebe falta aos 17 minutos. Allione bate, mas a bola sai pela segunda trave, sem assustar o goleiro.

O professor faz mais uma substituição, a preferida da torcida, Cristaldo. E é ele que arranca pela lateral direita tentando infiltração na área e recebe falta dura. Na cobrança, Régis chuta direto e a bola passa por cima do gol do Linense.

A outra substituição foi Erik, que parece vir crescendo a cada jogo, ele recebe um passe perfeito de Allione e dispara para o gol, o goleiro salva o Linense, numa boa defesa.

Em seguida, Egídio levanta a bola na área e Cristaldo tenta uma bicicleta, mas pega mal na bola. Na sequência fica cara a cara com o goleiro Oliveira e tenta um chute que não entra.

O time do interior sai perigosamente, Thiago Humberto vê a defesa do Palmeiras completamente aberta e lança Pottker, que é veloz e ganha de Vitor Hugo, chutando para o gol, Fernando Prass ainda toca na bola, tentando um desvio, mas ela entra, para desespero do zagueiro alviverde e da torcida. O Linense vira o jogo, aos 35 minutos da etapa complementar.

No final do jogo o Verdão ainda conseguiu chegar muito perto, duas vezes e assustar o adversário.

Na primeira aos 44 minutos, a bola é lançada na área, Erik chuta forte, o goleiro defende e na sequência, Cristaldo bate sem sucesso. Já nos acréscimos, novamente ele, Erik, recebe uma bola de escanteio e chuta preciso, mas o goleiro Oliveira, muito atento, faz boa defesa e impede o que seria o gol de empate do Verdão.

A primeira e amarga derrota do time alviverde no Paulistão irritou a torcida e fez Marcelo Oliveira e a diretoria falar de "má fase", porque apesar de estar jogando sem o elenco principal, poupado para a estréia de Terça-feira na Libertadores, é sempre inaceitável perder em casa para um time inferior.

Entre os erros analisados, os principais ainda continuam sendo as falhas da defesa e a dificuldade de criação, que parece vir da ausência de um jogador habilidoso, que comande o meio de campo, o tão esperado camisa dez. A bola demora a sair e chega pouco ao ataque, dando ao jogo, pouca velocidade e jogadas estéreis.

 Mesmo com o resultado negativo, o Verdão ainda é o líder do seu grupo, mas precisa corrigir os velhos erros urgentemente, principalmente porque o time reserva vai precisar "assumir" algumas vezes, o Campeonato Paulista.

Por Alê Moitas