Com o peso de três jogos sem vencer, entre o ônus e o bônus

 

 

Três pontos separam a macaca da temida zona do rebaixamento, mas não deveríamos nos preocupar, não é mesmo meu amigo torcedor? Estamos no campeonato apenas para manutenção na elite. Essas são as palavras e a expectativa do nosso gerente de futebol, que aliás, acha que estamos fazendo uma excelente campanha no brasileirão.

Mas até que ponto seria interessante apenas a permanência? Vamos lutar por quanto tempo esperando apenas isso e visando as cotas de tv? Perdemos jogadores importantes no início do campeonato e até agora, a reposição, cadê? Sem nos esquecer é claro dos nossos gringos que chegaram, mas ainda não sabemos quando vão estar prontos para estreitar.

Para a partida de hoje, válida pela décima terceira rodada, Deus ouviu nossa preces e tocou no coraçãozinho de Gilson Kleina, que depois de algum tempo percebeu que já era hora de Elton esquentar o bumbum no banco. Wendel vem a campo, pra alegria geral de todos.

 

 

19961231_1405780302802963_5336887000372542871_n.png

Foto: Facebook Ponte Preta

 

 

Sem Cajá (que ultimamente também não tem feito muita diferença) e Rodrigo que estão suspensos, Kadu deve ser titular na zaga, enquanto no meio campo ainda não sabemos quem assume a vaga.

Vindo de três jogos sem vencer - um empate e duas derrotas - a nega volta a jogar em casa e o que se espera por parte do torcedor, é que a boa fase como mandante volte a aparecer. Mas como desgraça pouca é bobagem, além de tudo, o que vem se acumulando cada dia mais é a decepção da torcida alvinegra. A macaca ocupa as últimas posições no ranking geral de público. E o que podemos esperar pra hoje? Os mesmos quatro mil de sempre. Os mesmos teimosia, que não se cansam de cantar, incentivar e até mesmo cornetar. É triste ver o majestoso vazio, sem a pressão que estamos acostumados. Mas ao mesmo tempo como cobrar de uma torcida já tão sofrida e cansada de ser enganada? Como cobrar de uma torcida que vai ao estádio esperando um espetáculo e sai de lá decepcionada com o sufoco que a equipe passa? Alguns vão dizer é bater na tecla da boa campanha feita no paulista, mas até quando seremos vices? Se você meu amigo fica feliz com a permanência, quer morrer virgem e sem gritar é campeão, eu não quero não! Todo jogo é hora de apoiar, mas uma hora a paciência até dos mais otimistas se esgota.

Para enfrentar o Bahia hoje, a provável escalação alvinegra é, Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Kadu (Rodrigo) e Fernandinho; Fernando Bob, Jádson, Wendel e Claudinho, Léo Artur ou Renato.

 

Por Li Zancheta