COM PORTÕES FECHADOS, SANTOS VENCE DELFÍN NA VILA

Vitória garantiu mais tranquilidade na fase de grupos

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos estreou na Libertadores em casa e com uma vitória por 1 a 0, na noite de terça-feira (10), contra o Delfín. A partida válida pela segunda rodada do Grupo G teve portões fechados por determinação da Conmebol. A penalidade ainda é referente à confusão ocorrida na eliminação do clube da competição, em 2018.

Com a vitória, o alvinegro continua na liderança do Grupo G, com seis pontos e 100% de aproveitamento. Já o Delfín, com apenas um ponto, é o terceiro colocado.

 

COMO FOI O JOGO

O Santos começou bem a partida, tentando se impor e teve boas chances de abrir o placar. Sasha e Kaio Jorge perderam muitas oportunidades de gols.

O time equatoriano não se deixou abalar e partiu para cima. Quando vivia o seu melhor momento na partida, o alvinegro praiano abriu o placar com um gol do zagueiro Lucas Veríssimo de cabeça, após um cruzamento de Sanchez. O que trouxe um pouco mais de tranquilidade para o time santista.

Já no segundo tempo, o Santos diminuiu o ritmo, assim como em todas as últimas partidas da equipe, dando espaço para o Delfín crescer. E passou sufoco… O torcedor santista precisa estar ciente que cada jogo do Peixe é um teste para o coração!

O alvinegro praiano tentou acordar e partir para cima, mas na etapa complementar o time do Delfín foi superior.

A partida contra o time equatoriano marcou a terceira vitória seguida do Peixe, após uma “crise” e dúvidas sobre o trabalho do treinador português Jesualdo Ferreira. Será que agora vai?

 

PREOCUPAÇÃO

Os jogadores Kaio Jorge e Eduardo Sasha são dúvidas para as próximas partidas. Durante o jogo eles foram substituídos para as entradas de Yuri Alberto e Arthur Gomes, por sentirem lesões. Kaio, com uma entorse no tornozelo esquerdo e o atacante, um trauma na coluna lombar. Ambos serão avaliados pela equipe médica do Peixe.

 

DESCONTENTAMENTO

Ao final da partida, o zagueiro e autor do gol da vitória, Lucas Veríssimo, expôs o seu descontentamento com a diretoria santista, ao dizer que não está se sentindo valorizado. Além disso, o jogador afirmou que sabe de algumas propostas que está recebendo, como por exemplo, a do Atlético-MG, atualmente treinado pelo ex-técnico santista Jorge Sampaoli.

A torcida espera que a situação seja resolvida da forma mais rápida possível, afinal, o zagueiro é uma peça importante no elenco santista.

 

PRÓXIMO DESAFIO

A próxima partida do Peixe na Libertadores será na próxima terça-feira (17), contra o Olímpia, às 21h30, na Vila Belmiro. Antes disso, o alvinegro praiano terá pela frente um clássico contra o São Paulo, no próximo sábado, no Morumbi.

 

Por Carolina Ribeiro

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog.