Com protesto da torcida e lanterna do grupo Ponte empata mais uma.

Imagem inline 3

(Imagem: GloboEsporte.com)

Não foi dessa vez que a torcida viu o fim do calvário alvi-negro, de fato foi uma das melhores atuações desse elenco, mas por falta de entrosamento e faltando uma pequena dose de sorte, a Ponte Preta  empata mais uma, desta vez com o São Bento, que se quer dificultou a vida da macaca, ao não ser o goleiro Henal, que não permitiu que as poucas bolas que chegaram da macaca, entrasse no gol.

A Ponte atuou melhor no primeiro tempo mas não teve qualidade, até conseguia chegar no gol adversário, mas raramente levava perigo.

“Tivemos um primeiro tempo de muita intensidade com várias chances de gol, mas infelizmente não fizemos esse gol que nos daria tranquilidade para trabalhar a bola e diminuir um pouco o ritmo. " - (Felipe Moreira, fonte Ponte Preta)

No segundo tempo, o São Bento voltou mais empolgado, mas a falta de qualidade dos dois times fez com que o jogo continuasse morno e o embate terminasse em 0x0
O mais perigoso dos lances foi uma cabeçada de Alexsandro e uma bola na trave de Welligton Paulista aos 46 minutos.

Imagem inline 1

(Imagem: GloboEsporte.com)

"- É complicado, a gente conversa, tem reuniões. É levantar a cabeça. Só a gente pode reverter a situação. Nossa equipe pressionou, ficou em cima o jogo inteiro. Infelizmente não saiu (o gol). Está precisando encaixar. O elenco sabe da nossa realidade, começou almejando coisas maiores, mas tem ciência da nossa fase. Todos querem sair disso para depois tentar uma classificação." - analisou Rhayner, 
(Fonte Globo Esporte)

O campeonato é curto, esse ano cairão 6 e não dará tempo de ficar esperando a equipe se entrosar.
O próximo compromisso da Macaca é contra o Audax em Osasco ás 21h45 na quarta-feira, já o São Bento encara o Corinthians em casa também na quarta-feira no mesmo horário.

Thata Bajano