COM SAUDADES DA ARENA

 

O Furacão entra em campo nesta quinta (23), às 17 horas, na Arena da Baixada, em jogo de volta válido pelas quartas de final do Paranaense, contra o Londrina.


 

(Foto: Athletico Oficial)


 

RETROSPECTIVA DA ARENA

 

Os últimos dois jogos do Furacão em solo rubro-negro foram em rodada dupla, ou seja, para os aficcionados, foi uma verdadeira overdose de Athletico. O Peñarol foi o adversário do dia 03 de março, na estreia da Libertadores, e o time obteve a vitória por 1 a 0, com gol de Bissoli.

 

No dia seguinte, 04 de março, foi a vez do Furacão encontrar o Rio Branco, pela penúltima rodada do Campeonato Paranaense. Quem não foi aquele jogo porque eram duas partidas seguidas, ou porque “Ruralzão não vale nada”, não imaginava que ficaria tanto tempo sem futebol e sem previsão de poder adentrar ao estádio novamente. O jogo não foi ruim, foi péssimo. Lucho teve uma atuação pífia que fez até mesmo seus mais ferrenhos defensores - quase - abandonarem o barco argentino. Mas os 6 mil torcedores presentes puderam se despedir da Arena da Baixada - mesmo sem saber -, com uma vitória por 1 a 0, com gol de Christian.

 

Naquele mesmo jogo, as Gurias do Furacão, time feminino do Athletico que fez sua estreia no dia 14 de março pelo Brasileiro A2, foram apresentadas à torcida.

 

Tenho certeza que todo atleticano está sentindo falta de casa. Embora não possamos estar fisicamente, e mesmo não concordando com o retorno precoce do futebol, temos que mentalizar nosso corpo físico no nosso lugar na arquibancada, e canalizar toda nossa energia positiva, para que o templo sagrado do futebol, mesmo vazio, se encarregue de ajudar os jogadores em campo.

 

A PREPARAÇÃO

 

A equipe se reapresentou na terça-feira (21), depois de retornar da viagem de Cornélio Procópio e já realizou trabalhos em campo de força, tática e técnica. Além disso, a comissão técnica apresentou um vídeo aos jogadores.

 

Nesta tarde de quarta (22), o time treinou na Arena da Baixada, e após seguiu para a concentração, para o jogo de quinta-feira (23).

 

ESCALAÇÃO E OPÇÕES

 

É possível que Dorival Jr. entre em campo com a mesma formação do jogo anterior: Santos; Erick (Jonathan), Thiago Heleno, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington, Léo Cittadini, Marquinhos Gabriel (Bruno Leite) e Nikão; Carlos Eduardo e Guilherme Bissoli.

 

O técnico atleticano terá algumas boa opções para substituições, diante da chegada dos novos reforços, mas não se sabe se as utilizará já nesta partida.

 

O Clube já havia fechado com Edu, Felipe Aguilar (zagueiros), Daniel Martins, Geuvânio e Walter (atacantes). Na terça-feira (21), confirmou o retorno do zagueiro Pedro Henrique (que ano passado esteve no Athletico por empréstimo), e o volante Richard, ambos do Corinthians. Ainda, aguarda-se a concretização do negócio com o volante colombiano Jaime Alvarado.

 

Os zagueiros chegam para somar com Thiago Heleno e Halter e, na opinião da jornalista Nadja Mauad, “qualquer combinação de dupla com eles torna-se possível. A tendência é que a disputa pelas duas vagas fique entre Aguilar, Pedro Henrique e Thiago Heleno, com Edu e Lucas correndo por fora”.

 

A volância do Furacão ainda sente muita falta de Bruno Guimarães e, desde sua saída, não foi possível acertar com Wellington, Erick, Léo Cittadini e Lucho. Quem sabe Richard e Jaime (se der certo), podem ser boas opções.

 

No ataque, Walter joga mais centralizado, mas também sabe atuar pelos lados, enquanto que Geuvânio é bastante versátil. Segundo Nadja, “no cenário atual, Geuvânio briga com Carlos Eduardo, e Walter, com Bissoli”.

 

A disputa por posição e vaga em um time que participará de grandes campeonatos pela frente (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores) é sempre um trunfo a mais na hora de dar aquela injeção de ânimo para os jogadores. Além disso, somente 5 jogadores dos 7 novos poderão ser inscritos na Liberta, em substituição.

Terão que trabalhar!


 

Pra cima Furacão
Vamos Lutar por mais essa Taça!


 

Por Daiane Luz

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.