Com um empate, Atlético pode ser campeão

 

 

Neste domingo, no Mineirão Atlético e Cruzeiro se enfrentaram pelo primeiro jogo da final do Campeonato Mineiro. A partida terminou empatada por 0-0, para o Galo isso é maravilhoso, pois se o resultado se repetir no próximo domingo, o time alvinegro será campeão.

 

Foto: Atlético-MG Oficial

 

Após o ocorrido  de sábado na porta da Cidade do Galo, onde um vândalo se passava por torcedor e acabou amassando o carro de Marcos Rocha, a maioria das pessoas pensavam que o emocional do time iria se abalar, mas não foi bem isso que aconteceu. Com os últimos jogos, vimos o quanto a defesa do Atlético melhorou, com a volta de Victor então parece que tudo se estabilizou. Roger Machado vem fazer um ótimo trabalho em todo o time e a tendência é melhorar.

 

O jogo: No primeiro tempo, o time mandante comandou mais a partida. Enquanto o Cruzeiro atacava o Atlético se defendia, com grande atuação do jovem zagueiro Gabriel, que foi o melhor em campo. Com Marlone pouco acionado, Maicosuel pouco conseguia sair pelas laterais. Robinho que voltou de lesão pouco se movimentava, Fred acabava isolado e precisava de um jogador para armar as jogadas. Do lado do adversário, com Diogo Barbosa, o Cruzeiro conseguia boas escapadas, mas o último passe não era caprichado. E assim o primeiro tempo terminou no 0 a 0.

 

Foto: Atlético-MG Oficial

 

Depois do intervalo, vimos o Galo indo mais para cima, tanto que as chances que não tivemos no primeiro tempo, apareceram. Logo aos 5 minutos, uma bela jogada entre Marlone e Marcos Rocha, acabou nos pés de Elias. O volante finalizou e a bola saiu no canto esquerdo do gol defendido por Rafael.  Pouco tempo depois, Hudson levou muito perigo ao gol de Victor, após ficar cara  a cara, mas para nossa sorte a bola foi pra fora.

Aos 17 minutos, ambos técnicos fizeram alterações. No Galo entrou Otero no lugar de Marlone, e no adversário, Thiago Neves deu lugar a Ábila. O argentino mal tinha entrado e já levou perigo ao gol de Victor, aos 26 Cazares entrou na vaga de Robinho e Adilson no lugar de Maicosuel, pelo lado do Cruzeiro , Rafinha deu lugar para Alisson.

Fred voltou a levar perigo ao gol defendido por Rafael, após receber a bola de Elias, o camisa 9 finalizou e viu a bola passar muito perto do gol. No fim de tudo, o jogo acabou no 0 a 0, ótimo para o Atlético que decidirá domingo no Horto, se permanecer empatado a torcida atleticana irá comemorar.

Antes do  segundo jogo do clássico, o Atlético tem compromisso na Libertadores e viajará para Bolívia onde enfrentará o Sports Boys pela Copa Libertadores.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 0 X 0 CRUZEIRO

 

Local: Mineirão.

Motivo: Primeiro jogo da final do Mineiro.

Hora: Às 16h.

Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA), Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)

Público/ Renda: 40.694 presentes R$ 1.620,951

 

CRUZEIRO: Rafael; Mayke, Leo, Caicedo e Diogo Barbosa; Hudson, Henrique, Rafinha (Alisson) e Thiago Neves (Ábila); Arrascaeta (Elber) e Rafael Sobis.- Técnico: Mano Menezes.

 

ATLÉTICO: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Rafael Carioca, Elias, Marlone (Otero) e Maicosuel (Adilson); Robinho (Cazares) e Fred.-Técnico: Roger Machado.

Por Eduarda Moreira.