Com um time inteiro de desfalque, o Tricolor vai à Curitiba enfrentar o Coxa!

Depois da amarga derrota de domingo (22), diante do Internacional no Morumbi, é hora de ajeitar as coisas e voltar à campo. Desta vez, é o Tricolor que viaja até Curitiba para enfrentar o Coxa no Couto Pereira em jogo válido pela 3º rodada do Brasileirão.

Patón, como sempre, não fez mistério sobre sua escalação, devido ao degaste e as lesões sofridas pelos atletas nas últimas rodadas, o técnico argentino terá que mandar até o Paraná um misto entre titulares e reservas.

O técnico tem quase um time completo no departamento médico, começando por Breno que fez uma cirurgia no joelho direito e só volta a campo em 2017; Wilder e Hudson sofreram um estiramento no adutor da coxa esquerda, Michel Bastos e Carlinhos estão tratando um estiramento no posterior da coxa; Caramelo se recupera de uma pancada também na coxa; Lugano se mantém nos REFFIS junto de Calleri, o primeiro fazendo fortalecimento muscular e o segundo tratando uma dor na coxa esquerda. 

Como se não bastasse, Bauza ainda Perdeu Rodrigo Caio para a Seleção Brasileira e Mena para a Chilena. 
Sendo assim, não sobraram muitas opções, e se nada mudar, o São Paulo vai à campo com: Denis; Auro, Lucão, Maicon e Matheus Reis; Thiago Mendes, Wesley, Kelvin, Lucas Fernandes e Centurión; Alan Kardec.

Gilson Kleina, técnico do Coritiba, foi à contra mão de Patón. O treinador fechou a maior parte do treino e não liberou o acesso da impressa. Sabe-se que após um mês Ceará e Juan estão liberados para jogar, quem também se recuperou foi o atacante Vinicius, porém todos são duvidas. Uma possível escalação dos Paranaenses deve conter Wilson; Dodô (Ceará), Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Ruy, César González; Leandro (Juan) e Kleber Gladiador.

O jogo terá inicio ás 21h45 (horário de Brasília) e o trio de arbitragem conta com Marielson Alves Silva (BA); Leone C. Rocha (GO) e Cristhian P. Sorence (GO).

No Brasileirão todo jogo tem máximo importância, é um campeonato longo que costuma exigir demais de todos os jogadores, e a equipe precisa estar prepara para casos como os desfalques do São Paulo nesta rodada. É preciso existir este rodizio, para que todos estejam sempre preparados na hora que precisar entrar. 

O São Paulo, mais do que nunca vai precisar de jogadores “coringas”. São mais de 40 dias longe da Copa Libertadores da América. É hora de acertar o time e conseguir somar o maior numero de pontos possíveis para trabalhar com mais tranquilidade quando as partidas decisivas do Continental se aproximarem.

Extra-Campo

(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Na segunda-feira (23), o atacante Ytalo foi apresentado oficialmente e já treinou nos gramados do CCT da Barra funda. O atacante é o primeiro reforço do Tricolor para o Brasileirão.

O jogador de 28 anos pertencia ao Audax e foi um dos principais destaques da equipe no Paulistão de 2016, inclusive fez 2 gols na goleada histórica que o time aplicou no Soberano na semi-final do campeonato. 

Ytalo recebeu uma camisa um tanto quanto simbólica para o torcedor Tricolor, o numero 37 pertenceu ao atacante amoroso no inicio de sua passagem no SPFC.

"Sobre o Amoroso, é um grande jogador, ninguém tem dúvidas. Espero corresponder junto com a equipe ao que ele fez aqui. Mas eu sou o Ytalo e ele é o Amoroso", o atacante fez questão de evitar a comparação.

Independente de comparação, a única coisa que o torcer realmente quer é que Ytalo tenha postura de jogador de time grande, saiba disputar posição e corresponder à altura quando for solicitado. O jogador já está com toda documentação em dia, foi relacionado já para esta partida contra o Coritiba e pode - quem sabe - fazer sua estreia. 

Jéssica Nogueira Gonçalves.