CONFIANDO NO PROFETA!

Moisés está de volta e promete ajudar o Palmeiras a abrir o... Placar!

FOTO: globoesporte.com

Faltam três rodadas para o fim do primeiro turno do Brasileirão. Chegou aquele momento em que qualquer deslize, pode embolar o meio de campo e mudar a cara da tabela.

Essa é a preocupação número um do comandante do Verdão, o experiente Cuca sabe muito bem que quanto mais o campeonato avança, mais difícil é se manter na liderança.

Além das ausências, muito sentidas, de Fernando Prass e Gabriel Jesus, o Palmeiras ainda terá que lidar com mais desfalques para o jogo contra o Botafogo, que acontece amanhã (31) às 18h30 (Horário de Brasília), no Estádio Luso Brasileiro no Rio de Janeiro, pela 17ª rodada do nacional.

O meia Tchê Tchê estará de fora pela primeira vez. O jogador que esteve presente em todas as partidas até aqui, está suspenso por ter tomado o terceiro cartão amarelo. O atacante Alecssandro, envolvido no processo de doping, será julgado na próxima semana e também não comporá o elenco.

Como se não bastasse, os jogadores não poderão contar com a presença do seu professor, Cuca desfalcará a beira do campo, pois terá que cumprir punição em virtude do uso do ponto eletrônico. O time será comandado pelos auxiliares.

O cenário preocupa, mesmo que o adversário esteja na ponta de baixo da tabela, afinal, todo mundo sabe que no futebol nada está garantido e posição de liderança nunca ganhou jogo.

É por isso que, além de ser uma excelente notícia, o retorno de Moisés, afastado há duas rodadas devido à uma lesão na coxa direita, é também motivo de esperança.

O profeta do Verdão está em ótima fase e se encaixou no elenco como uma luva. Além da peculiar característica de força, o meia tem apresentado um futebol sólido e veloz. O entrosamento com os companheiros "da frente" rende ao time um ataque criativo e ofensivo. Ele mesmo já balançou as redes, com três belíssimos gols.

Saber que Moisés estará em campo é motivo de entusiasmo sim, mas é também motivo de cuidado, já que a situação física do jogador ainda é instável: “Estamos simulando situações de jogo com ele para não termos uma surpresa negativa como tivemos contra o Santos.” - ponderou Cuca.

O técnico alviverde ainda mantém o mistério sobre quem será a referência no ataque. Esse fator, que povoou as notícias dessa semana, foi elencado como uma das principais explicações da derrota para o Atlético Mineiro. O Verdão jogou sem o centroavante, o que mudou claramente a forma que o time vem jogando e parece que, de fato, dificultou as ações em campo.

O Palmeiras viaja daqui a pouco para a cidade maravilhosa com vinte e três relacionados. Os goleiros: Vagner e Jailson, os laterais: Egídio, João Pedro e Zé Roberto, os zagueiros: Edu Dracena, Thiago Martins e Vitor Hugo, os volantes: Arouca, Gabriel, Jean, Matheus Sales e Thiago Santos, os meias: Allione, Cleiton Xavier, Fabrício e Moisés e os atacantes: Dudu, Erik, Lucas Barrios, Leandro Pereira, Rafael Marques e Róger Guedes.

Da mesma forma que pontos acumulados não ganham partida, um jogador sozinho não tem o poder de resolver o jogo, mas o futebol também é feito de dias especiais, daquele jogo, onde uma das peças pode se sobressair e brilhar.

Que amanhã seja o dia do nosso profeta. O dia de Moisés executar o que sabe fazer de melhor: abrir o caminho!

Por Alê Moitas

Curta Blog Mulheres em Campo