CONFIANTE, SUÉCIA BUSCA O TERCEIRO LUGAR CONTRA A INGLATERRA

 

Foto: Fifa.com

 

Após a derrota frente à Holanda na semifinal, a Suécia enfrenta a Inglaterra no jogo de bronze da Copa do Mundo. A partida será neste sábado (06) às 12h (horário de Brasília).

A partida irá acontecer no estádio Allianz Riviera, localizado em Nice, França. 

 

ENTENDA COMO A SUÉCIA CAIU NA DISPUTA

 

A Suécia chegou ao terceiro lugar graças a uma derrota contra a Holanda pelo placar de 1x0 (gol de Groenen) no primeiro tempo da prorrogação. Já a Inglaterra perdeu sua semifinal pelo placar 1-2 contra as atuais campeãs mundiais (Estados Unidos) na terça-feira (02) e com isso acabou indo disputar o terceiro lugar. 

Este será o primeiro jogo entre Inglesas e Suecas na Copa do Mundo Feminina e a Suécia vem de um bom retrospecto geral: Perdeu apenas dois de seus últimos 17 encontros com a Inglaterra. O confronto conta com 11 vitórias suecas, 4 empates e 2 vitórias inglesas.

A meio-campista inglesa Jade Moore acredita em uma partida equilibrada: “Vai ser difícil. Eles são um tipo diferente de grupo e jogam de maneira diferente. Uma equipe europeia que é fortemente fisicamente e cheia de energia. Elas nos desafiarão da mesma maneira que outras equipes européias. Será uma partida difícil, que ambas as equipes provavelmente teriam preferido não participar.” 

O jogo deste sábado pode ser o último jogo da Copa do Mundo para vários jogadoras veteranas da Suécia, incluindo Caroline Seger, Hedvig Lindahl, Linda Sembrant e Nilla Fischer, que estão em seus 30 e poucos anos. Elas estarão todas determinadas a encerrar essa caminhada com uma medalha.

Nesta sexta-feira (05), às 10h30 aconteceu conferência de imprensa pré-jogo da Suécia com  treinador Peter Gerhardsson, e a jogadora Caroline Seger. A capitã destacou quais serão as chaves para derrotar a Inglaterra: "Será importante fechar os espaços, eles têm jogadores muito bons, tanto no centro quanto nas laterais, e um fantástico atacante que marcou muitos gols neste torneio. Acho que contra times grandes como os que enfrentamos neste torneio ser importante ter uma boa defesa ". 

 

Com uma grande bagagem, a Suécia se tornará a terceira nação mais experiente da Copa do Mundo Feminina da FIFA quando entrar em campo em Nice. Será a 40ª partida do Blagult no torneio, igual à Noruega, e atrás apenas dos EUA e da Alemanha.

 

A Suécia está pronta para ser impulsionada pelo retorno da atacante Fridolina Rolfo da suspensão, enquanto, inversamente, a Inglaterra ficará sem a defensora Millie Bright, após sua demissão na semifinal contra os EUA.    Com um conhecimento interno, a veterana goleira Hedvig Lindahl é o nome de um trio de jogadoras suecas que atuam na Inglaterra no Chelsea.

 

PROVÁVEL ESCALAÇÃO SUECA

 

1 Hedvig Lindahl - 4 Hanna Glas, 5 Nilla Fischer, 3 Linda Sembrant, 6 Magdalena Eriksson - 23 Elin Rubensson,  14 Julia Roddar,, 17 Caroline Seger (K) - 10 Sofia Jakobsson, 11 Stina Blackstenius, 18 Fridolina Rolfo.

 

Tudo indica que o grande nome da seleção sueca Kosovare Asllani ficará de fora do grande jogo, ela participou apenas da sessão coletiva. 

O médico da equipe, Houman Ebrahimi, disse que sua lesão no pescoço está completamente reabilitada, mas que ela está dolorida por outros golpes que sofreu durante a partida. 

Hoje ela começará com algum treinamento individual, depois se juntará ao grupo e terminará a sessão individualmente também. Depois disso, eles avaliarão se Asllani poderá jogar.

Por Elluh Ferreira