Continua Brasileirão

 

 

Neste sábado (23), mais uma vez o Flamengo entra em campo para enfrentar o Avaí, na sua casa - que vira e mexe dizem que não temos. Para acabar com polêmicas acerca do assunto, manifesto minha humilde opinião que é: casa é onde o nosso coração está, e onde o Flamengo joga, principalmente no Rio de Janeiro, é um pedaço da nossa casa. Então, querendo ou não, aceitando ou não, o maior rubro-negro tem mais de 32 milhões de lares (corações) batendo em cada um de seus torcedores.

 

Voltando ao jogo, o time que entrará em campo deve ser meio misto, meio titular. Dos relacionados, ficarão de fora alguns que atuaram no jogo de volta da Sul-Americana na última quarta-feira e que vão ser titulares na final da Copa do Brasil, no próximo dia 27.

O goleiro titular será Muralha, que também atuará como camisa 1 na decisão.

 

 

 

alex-muralha-agarra-a-bola-durante-treino-do-flamengo-1452883953884_880x586.jpg

Foto: Gilvan de Souza - Flamengo

 

 

 

Felipe Vizeu volta do departamento médico. Rueda tem a opção de montar um time com alguns titulares visando a final, ou poupá-los e entrar com um time mais reserva para não assumir o risco de lesões ou desgaste. Bem, espero que quem o treinador escolher, termine a partida com três pontos.

 

Com nove pontos de diferença entre os dois times, fica claro que os objetivos são distintos. A equipe visitante quer se afastar da zona, estando a apenas dois pontos dela. Já o mandante quer continuar no G6 e ainda seguir na briga direta para subir de posição. Por ser um jogo em casa, em uma situação razoável, visto a diferença das equipes no atual momento, não há jogo fácil e o clima continua longe de ser confortável. Não há mais tempo para tropeços. É hora de continuar sonhando e continuar lutando. À apenas dois pontos do quarto lugar (Palmeiras), três do terceiro (Santos) e cinco do segundo (Grêmio), a briga pela zona de classificação continua acirrada atrás de nós.

 

A partida será na Ilha do Urubu, às 19 horas. Que seja um bom jogo, que haja raça e muita paixão. Mais uma vez, vamos Mengão, pois não há tempo a perder, cada compromisso virou uma decisão!

 

 

 

Paula Barcellos