Contra tudo e contra todos: PALMEIRAS!

https://cdn.espn.com.br/thumb/622_c1778364-84c9-3d04-a262-975142c924b9.jpg

(Fonte: ESPN)

O Palmeiras foi a Campo no estádio Mané Garrincha em Brasília encarar o Flamengo para conquistar os primeiros três pontos fora de casa.

Mais uma vez o Palmeiras foi prejudicado pela arbitragem, terceiro jogo das seis rodadas até aqui do Brasileirão. Primeiro foi um gol mal anulado do Gabriel Jesus na derrota fora de casa contra a Ponte Preta; depois a arbitragem criminosa no jogo contra o Grêmio em casa, onde mesmo assim o time conseguiu conquistar a vitória; e ontem, mais uma vez uma arbitragem falha que poderia ter prejudicado a equipe alviverde.

Mas somos Palmeiras, estamos acostumados a ir contra tudo, todos, probabilidades, expectativas e arbitragem!

No jogo de ontem, o Palmeiras apertou a marcação do Flamengo que teve muita dificuldade em tocar a bola e finalizar os passes. A tática deu certo. Gabriel Jesus abriu o placar aos três minutos em falha do zagueiro César Martins. Não demorou muito, porem, para o Flamengo empatar a partida, aos cinco minutos foi a vez de Alan Patrick deixar tudo igual.

O jogo de um modo geral teve uma dominância maior do Palmeiras que criou boas oportunidades, o jogo se passou a maior parte do tempo no campo defensivo do Flamengo. O time carioca conseguiu chegar ao gol palmeirense algumas vezes, mas quando a zaga palmeirense não conseguia efetuar os desarmes precisos, Fernando Prass estava lá.

Na etapa final da partida, erro absurdo da arbitragem aos 19 minutos. Luan cruzou bola na área e viu o zagueiro flamenguista, Léo Duarte, desviar a bola com o braço direito. O arbitro nada viu (ou fingiu não ver).

Mas o Flamengo insistiu no mesmo erro. Aos 23 minutos foi a vez do zagueiro César Martins impedir o gol do Gabriel Jesus. Foi uma defezaça, mas o jogador era zagueiro e não goleiro. Cartão vermelho e pênalti (enfim) favorável ao Palmeiras. Jean converteu com direito a paradinha e ainda a deslocar o goleiro Muralha, garantindo a vitória palmeirense.

O restante do jogo permaneceu com dominância alviverde que tomou conta do jogo e garantiu os primeiro três pontos fora de casa.

O Palmeiras mostrou superação no jogo de domingo, não se abateu com empate carioca e continuo dominando o jogo e criando muitas oportunidades. A zaga foi muito bem, com desarmes precisos; toque de bola muito bom e com menos erros de passes. Cuca mostrou que sabe mexer bem na equipe, fazendo substituições precisas.

A vitória fora fortalece a equipe que tem grande tarefa no próximo domingo, enfrenta o arquirrival Corinthians, jogo que pode valer, inclusive, a liderança do Campeonato. Somos Palmeiras e queremos essa taça, pra cima verdão!!!

Confusão das torcidas estragando o espetáculo

https://s2.glbimg.com/B4P8K4lHEgChTwyECXrybE8vcVY=/0x0:3000x1738/690x400/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2016/06/05/frm20160605181.jpg

(Fonte: Globo Esporte)

No intervalo da partida houve briga nas arquibancadas. Foi necessário que a Polícia Militar utilizasse gás de pimenta para dispersar a briga entre as organizadas dos clubes, o que acabou gerando transtornos para o restante da torcida e dos próprios jogadores dos clubes e um atraso de 10 minutos no retorno da partida.

Infelizmente é ainda lamentável que esses criminosos entrem nos estádios e estraguem o espetáculo maravilhoso que é o futebol. Não vou aqui me dedicar muito a discutir isso, porque é dar ibope a quem não merece. O que podemos dizer aqui é que ambas as equipes podem ser prejudicadas em até 10 jogos de portões fechados ou com a perda do mando de campo, graças a essas pessoas que se dizem torcedores.

O torcedor de verdade que ama o seu clube é que foi prejudicado, muitos tiveram que abandonar a partida mais cedo, por conta do ocorrido. Feridos e pânico em campo. E nos perguntamos até quando?

Palmeiras vai à CBF reclamar da arbitragem

Demorou, mas diretoria vai formalizar reclamação na CBF a respeito as arbitragem vergonhosas que o Palmeiras vem sendo vítima.

Até aqui foram seis rodadas no campeonato. Palmeiras teve problemas em pelo menos três jogos. Gol do Jesus mal anulado no jogo fora contra a Ponte Preta, quando a posição do atacante era completamente regular.

Semana passada no Pacaembu, foi um show de péssima arbitragem, todas as faltas invertidas a favor do Grêmio, ausência de critérios igualitários, gol gaúcho após o final do tempo de partida, além de claramente impedido.

Ontem, mão na bola clara do zagueiro Léo Moura dentro da grande área que nada foi marcado pelo juiz.

Segundo o apurado, a diretoria alviverde vai à CBF com as imagens da partida deste domingo, questionar os sucessivos erros da arbitragem.

Sempre avanti!

Marcela Permuy