COPA DO BRASIL: CRUZEIRO X CRB

A partida estava marcada para o Independência, mas com o efeito suspensivo, será no Mineirão e com direito à torcida! 



(Imagem: Reprodução Instagram Cruzeiro)


 

De volta à Copa do Brasil, o Cruzeiro enfrentará o CRB, pelo jogo de ida, nesta quarta-feira (11), às 21:30, pela terceira fase da competição. Inicialmente marcado para o estádio Independência, o Cabuloso solicitou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a transferência para a Toca III (Mineirão). 

A punição foi dada pela confusão ocorrida no Brasileirão de 2019, na partida contra o CSA. Dessa forma, o clube mineiro teria perda de mando de campo em 3 partidas organizadas pela CBF, que incluiria Copa do Brasil e também série B. 

Com o efeito suspensivo, além de jogar em casa, o Cabuloso contará com sua torcida. Os ingressos vendidos desde segunda-feira (09), tem valores que variam de R$10,00 à R$80,00, podendo ser comprados até o dia do jogo, na bilheteria Sul do Mineirão. 

Após a classificação na primeira fase contra o São Raimundo e na segunda fase contra o Boa Esporte, caso passe pelo CRB e chegue à quarta fase da competição, o Cruzeiro receberá R$2 milhões. O que será  excelente para o clube que se encontra num momento financeiro péssimo. 

Se o Cabuloso é hexacampeão e maior campeão da Copa do Brasil (1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018), e duas vezes vice-campeão (1998 e 2014), o histórico do adversário alagoano é bem modesto. O CRB chegou à terceira fase da competição apenas duas vezes (2018 e 2019). 

No confronto direto pela Copa do Brasil entre as duas equipes, um duelo apenas. Na primeira fase em 2006, com o placar de 2 a 0 para o Maior de Minas. 

Ao longo da história, foram seis jogos entres as equipes:

 

CRB 1 X 1 Cruzeiro (1970)

CRB 1 X 4 Cruzeiro (1972)

CRB 0 X 1 Cruzeiro (1973)

CRB 0 X 0 Cruzeiro (1980)

CRB 0 X 1 Cruzeiro (1981)

CRB 0 X 2 Cruzeiro (2006)

 

Nesse de 2020, as equipes se encontraram no jogo de volta da Copa do Brasil no dia 18/03 e também nas duas partidas da série B.

Em seu Instagram, o Cruzeiro divulgou um vídeo do goleiro Fábio convocando a torcida: 

 

“Nação Azul, quarta-feira é copa do Brasil e a nossa tradição fala tudo, né? Precisamos de vocês no estádio, comparecendo lá, incentivando como sempre foi diante de toda nossa história vencedora. Quarta-feira esperamos vocês lá no Mineirão, nossa casa.” 

 

E em coletiva nesta segunda-feira (09), o próprio goleiro declarou que a estratégia para o jogo dentro de casa é ter equilíbrio e conseguir um resultado positivo. Comentou também que o jogo de volta será complicado, mas o importante é o grupo fazer sua parte em casa e manter a tranquilidade na segunda partida, mesmo com as dificuldades que possam encontrar. 


(Foto: Flickr Cruzeiro/ Igor Sales)


 

O técnico Adilson Batista não poderá contar com o zagueiro Léo que inicialmente estava com conjuntivite e agora sente dores na coxa. Provavelmente entrará com Cacá e Arthur, mesma zaga do clássico de sábado (07).

Se preparando para quarta, também na manhã desta segunda-feira (09), aconteceu um jogo treino entre alguns jogadores do Cabuloso contra a equipe sub-20. Com dois tempos de 30 minutos, o placar final ficou 4 a 2 para o elenco profissional. Alexandre Jesus foi o destaque, marcando 3 gols. O quarto gol foi de Roberson. 

Pelos meninos, Matheus Pereira e Vinícius Popô (que jogou pelo sub-20 e também pelo profissional), balançaram as redes. O elenco profissional que atuou nesta partida contou com Robinho e a volta de Ariel Cabral.

Não será fácil. Nenhum jogo é fácil. O caminho é tortuoso, mas nada que a garra e a tradição Celeste não possam superar.  O apoio da torcida é fundamental e a raça em campo será mais que necessária. O maior campeão da Copa do Brasil tem que entrar em campo pra vencer, deixar jogos passados no passado e focar no agora e na reconstrução que é para o futuro. 


 

#BoraReconstruir

 

Ficha técnica 

 

Cruzeiro X CRB-Al  – 3ª Fase Copa do Brasil 

 

Local: Estádio Mineirão/ BH

Data: 11/03/2020

Hora: 21:30

 

Sam Bella

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.