COPA DO BRASIL: MAIS UMA VERGONHA PAGA COM SUCESSO, HORA DE MUDANÇA!!!

 

Já deu para o Abel!!!

 

(Foto: Reprodução/Internet)

 

“Vamos vamos meu Vasco, hoje eu vim te apoiar”, essa torcida é sensacional, é um esculacho, sempre de arrepiar. E se até hoje o Vasco está de pé, é pelo nosso amor incondicional, nunca deixamos de apoiar. Mesmo com o time estando em mau momento, a torcida se mobilizou para lotar São Januário, e foram mais de 20 mil ingressos vendidos dois dias antes do jogo, só mais uma das várias demonstrações de amor com esse time. E para este jogo a garantia de festa não era novidade. Só que mais uma vez, saímos decepcionados.

 

O Vasco entrou em campo nesta quinta (12), para enfrentar o Goiás, no jogo de ida válido pela terceira fase da Copa do Brasil. A partida foi realizada em São Januário, e a equipe cruzmaltina saiu derrotada por 1 a 0.

 

SOBRE A PARTIDA

 

Com as péssimas atuações da equipe, muito se falou durante a semana sobre as mudanças que o treinador Abel poderia realizar. Guarín foi liberado, sua titularidade já era garantida, mas o que vimos foi a mesma escalação dos jogos anteriores. 

 

A primeira etapa começou com o Goiás atacando, comandando o jogo e o Vasco assistindo. O esmeraldino teve várias chances e acertou o travessão em uma bela cobrança de falta. O cruzmaltino apenas tentava alguma jogada nos erros de base do Goiás, em uma dessas bola o Cano aproveitou o rebote e mandou para as redes, mas foi com a mão, e o gol invalidado ainda trouxe um cartão amarelo para o argentino. 

 

No final do primeiro tempo em cobrança de escanteio, após uma pequena confusão, Fábio Sanches abriu o placar para os visitantes. Abel saiu cabisbaixo e sendo xingado pela torcida vascaína.

 

Na segunda etapa, Abel voltou com duas alterações, e como sempre, fez escolhas equivocadas. O time até tentou jogar, buscou o ataque, e pressionou o Goiás que apenas se defendia à espera de um contra ataque. Mas, mais uma vez o time não conseguiu ser efetivo, criou poucas chances de gols, estava nervoso em campo, tentando jogadas precipitadas. Benítez fez sua estreia, porém não é possível avaliar seu desempenho, já que o jogador entrou numa fogueira, com o time ansioso. Ainda está se habituando e espero que nos traga alegrias.

 

PÓS JOGO

 

Não há mais palavras para descrever o nosso sentimento como torcedores, dói ver o Vasco sendo massacrado dentro da sua casa, com um time perdido, sem saber o que fazer com a bola, contando com as constantes invenções do seu treinador. É lamentável, e espero que essa diretoria acorde a tempo e mude esse panorama, pois merecemos ser felizes. Outro episódio triste, foi essa minoria que estava no estádio para arrumar confusão, mais uma vez presenciamos brigas e os pais sofrendo para proteger seus filhos. Isso não pode acontecer.

 

O Vasco volta a campo no próximo domingo (15, para enfrentar o Fluminense pela Taça Rio. Com 2 pontos somados, só a vitória interessa. Costumamos brincar que o tricolor é nosso freguês, mas dessa vez as coisas estão um pouco mais complicadas. Esperamos que a freguesia se mantenha.

 

Por Aniele Lacerda, colunista e torcedora do Vasco

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.