Cruzeiro + Mano + torcida = espetáculo

Torcida celeste da show e empurra time para vitória

Nessa quinta (04), o gigante celeste teve que mudar de casa. O Estádio do Mineirão está cedido para jogos das olimpíadas e com isso o Cruzeiro teve que transferir o mando de campo para o Estádio Independência. O adversário foi a equipe do Internacional, que vinha de muitas derrotas consecutivas e, assim como o Cruzeiro, precisava vencer, mas a vitória ficou em Minas.

FOTO: Facebook Cruzeiro EC

O primeiro tempo começou com um gol do Internacional logo aos 2 minutos de jogo, mas isso não intimidou o time celeste, graças à torcida que cantou e empurrou o time e o resultado do apoio veio aos 13 minutos com Rafael Sóbis. E não parou por aí. Aos 16 minutos, foi a vez de Ramon Ábila estufar as redes com um belo gol de primeira, depois de cruzamento perfeito de Arrascaeta. O Internacional chegava, mas o dia era de Cruzeiro e de Rafael Sóbis e no final do primeiro tempo o atacante marcou seu segundo gol no jogo.

FOTO: globoesporte.com

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou com tudo e logo aos 7 minutos Rafael Sóbis mais uma vez estufava a rede, fazendo hat trick na partida. A partir daí, o time celeste continuava a chegar muito, mas o ritmo diminuiu e, em uma das chegadas da equipe adversária, Fábio fez pênalti em Nico López e recebeu cartão amarelo, o goleiro e capitão celeste não jogará a partida contra o Corinthians.

FOTO: globoesporte.com

O jogo terminou com o placar de 4x2 para o Cruzeiro em uma partida que o torcedor cruzeirense esperava e merecia ver, com toque de bola e finalizações precisas, jogando no erro do adversário. Com a vitória, o Cruzeiro subiu uma colocação e está com 18 pontos. Sabemos que o caminho é longo e difícil, mas sairemos dessa.

O Cruzeiro goleou o Inter graças ao apoio incondicional da torcida, que empurrou o time durante os 90 minutos, a inteligência de Mano Menezes, a noite inspirada de Sóbis, a dedicação de Ábila, as defesas espetaculares de Fábio, a maestria do jovem Arrascaeta, as arrancadas de Edimar, aos acertos da zaga, aos bons toques e passes do meio campo, enfim, graças ao conjunto, graças a união. Quando o time e a torcida cruzeirense jogam juntos, se espera espetáculo e foi isso que aconteceu.

#Trindependencia

#EstamosComVoces

#ReageCruzeiro

Por Greicy Santos

Curta Blog Mulheres em Campo