De bicampeão brasileiro a luta pela permanência na série A

A vida do torcedor Cruzeirense não está nada fácil esse ano. Depois do time dar ao torcedor, dois brasileiros seguidos, veio a decepção.

Com a demissão do técnico Marcelo Oliveira e da saída de alguns jogadores, que eram essenciais ao elenco, o time caiu de produção. A contratação de Vanderlei Luxemburgo, que precisa rever urgentemente seus conceitos sobre treinamento, apenas deu uma “iludida” vencendo o nosso maior rival Atlético Mineiro. As escalações eram sem sentido e falhas; o time era muito ruim, e perdíamos frequentemente… A situação ficou pior quando vimos a colocação na tabela, estávamos prestes a entrar no z4.

Realmente veio a preocupação, seria algo inimaginável, um bicampeão ser rebaixado. Depois de várias derrotas, a diretoria resolveu se mexer e demitir o técnico. A decisão foi conturbada, pois eram bem divididas as opiniões sobre o Luxemburgo. Particularmente não achava que demiti-lo seria a melhor solução no momento, mas daí veio o Mano.

Mano maravilha, recuperou o time, reverteu a situação, deu cara a equipe, e agora respiramos aliviados na tabela. Jogadores que com Luxa estavam mortos, ressuscitaram com Mano, há exemplo de Willian que o ex técnico deixava no banco e agora é titular absoluto, estando em ótima fase!

Até agora vejo Mano como solução, espero que ele continue com esse trabalho que a torcida respeita e apoia. A fase da equipe está melhorando e esperamos que o time continue crescendo na competição.


Ana Pacheco