De estreantes a campeãs em 2018, Atlético Huila se prepara para defender o título em 2019

 

 

A edição de 2019 marca a segunda participação do Atlético Huila, da Colômbia, na Libertadores Feminina e as  ‘opitas’ (como o time é conhecido) já chegam com status de campeãs. Vencedoras na sua estreia continental desbancando nada menos que o favorito time do Santos, as aurinegras querem surpreender a América novamente.

Em relação à edição anterior, seis jogadoras seguiram no elenco: Carmen Rodallega, Jaylis Oliveros, Maritza Lopez, Daniela Caracas. Nancy Madrid e Nelly Cordoba. Para esta temporada, já que algumas jogadoras de peso deixaram o clube, o Huila trouxe sete reforços: Kena Romero, Carolina Arbeláez, Andrea Peralta, Jessica Peña, Nubiluz Rangel, Jaylis Oliveros e  Carmen Rodallega, as duas últimas jogadoras estiveram na campanha do título, porém deixaram o clube em seguida.  

Oliveros, por exemplo, deixou o time colombiano para jogar o Brasileiro Feminino de 2019 pelo Iranduba (AM), após alguns meses, porém, retornou à casa para jogar mais uma Libertadores. “Voltar a pisar na Copa Libertadores é um sonho e cegar como campeãs da versão anterior é muito melhor. Venho com tudo, para dar tudo e levarmos esse campeonato outra vez seria a coisa mais feliz para todas nós”, disse a lateral-esquerda ao site do clube.

A temporada do futebol feminino colombiano terminou no dia 30 de setembro. Como não disputou a final – que foi entre América de Cali e Deportivo Cali – o Huila teve tempo que começar o que chamam de ‘microciclo’, ou uma pré-temporada especial para a preparação. Nela, as jogadoras fizeram trabalhos físicos – principalmente pensando na altitude equatoriana – tático e psicológico. Durante esse período, elas fizeram dois amistosos. O primeiro contra o time masculino e venceram por 3 a 0 e o segundo contra um combinado feminino, quando venceram por 4 a 0.

“Foi uma semana bastante positiva para nós. Queríamos trabalhar a adaptação das jogadoras á altitude, trabalhamos a parte tática, afinando os últimos detalhes para nossa estreia na Libertadores. O grupo está muito motivado, muito consciente do que temos que fazer e vamos esperar que as coisas que dêem certo”, disse o técnico Albeiro Erazo, que esteve à frente do Huila no ano passado.

As ‘Opitas’ estreiam  na sexta-feira (11), às 19h (horário de Brasília) contra o Peñarol. O duelo será o mesmo da estreia do ano passado, na edição que aconteceu em Manaus. Na ocasião, as colombianas venceram por 3 a 0, gols de Aldana Cometti, Eliana Stabile y Fabiana Vallejos.

 

Por Camila Leonel

Fotos: Divulgação/ Atlético Huila