De olho na invencibilidade, Ponte Preta recebe Palmeiras em casa.

(Foto: Globo Esporte)

 
Com início  positivo, sem sofrer nenhum gol nas duas partidas disputada pela Copa do Brasil e empatando sem gols com o Figueirense em Florianópolis pela primeira rodada do brasileirão, a Macaca enfrenta o Palmeiras que vem embalado após a goleada em cima do Atlético PR por 4 x 0, na Arena Palmeiras, pela primeira rodada do Brasileirão 2016.
 
Os dois times vem com retrospectos positivos da primeira rodada e se enfrentam em Campinas no estádio Moisés Lucarelli, neste sábado ás 16 hs, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2016.
 
Com a defesa em alta, o técnico Eduardo Baptista aposta no entrosamento do time que teve poucas mudanças após o fim do Paulistão, á provável escalação da macaca é: 

João Carlos; Jefferson, Douglas Grolli, Kadu e Reinaldo; João Vittor, Matheus Jesus e Ravanelli; Clayson (Rhayner), Felipe Azevedo e Wellington Paulista.
 
A macaca vem com o mesmo time que jogou a primeira rodada. O elenco estudou bem o adversário para esse embate que vem com um ataque bastante ofensivo,Eduardo Baptista tratou de deixar claro a maneira de jogar do adversário.

“O Eduardo sempre conversa conosco sobre a maneira do Palmeiras jogar, a forma que atuam. Nesta sexta deve ser passado mais um vídeo para assimilarmos a maneira deles jogarem e aí encaixar nosso jogo, Esperamos ter um bom rendimento e assim anular as jogadas do adversário” - revela João Vitor, que já atuou pelo time da capital.


(Foto: Globo Esporte)
 

 Tchê Tchê

Daniel Neves, assim que Tchê era chamado quando jogou pela Ponte Preta.

O jogador acabou fora da lista de 28 inscritos da Ponte Preta para a primeira fase do Campeonato Paulista de 2015 – fato lembrado por ele durante a apresentação como reforço do Palmeiras. Disputou apenas uma partida (contra o Vilhena, pela Copa do Brasil) e foi emprestado para o Boa Esporte.  

– Não guardo mágoa nenhuma de lá. Foi um clube em que não tive muitas oportunidades. Não tenho nada a declarar – resumiu o jogador de 23 anos.

 
Será que não mesmo? Segue o jogo.

O adversário

Pelo lado do Palmeiras, o técnico Cuca, sabe que a tarefa de vencer a Ponte Preta dentro da casa do adversário, não será fácil.
Cuca quer manter a invencibilidade com o time do Palmeiras são 6 vitórias e 2 empates.
 
O time que enfrenta a macaca em Campinas é o mesmo da primeira rodada, mas o atacante Barrios é duvida depois de sair mancando no ultimo treino.
 
A provável escalação do Palmeiras é:
Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Jean e Cleiton Xavier; Róger Guedes, Gabriel Jesus e Barrios (Alecsandro).

 Ingressos

Os ingressos para o confronto de paulistas no brasileirão, foram colocados a venda também na capital, para evitar tumultos na chegada da torcida do Palmeiras em Campinas.
 
Os valores foram definidos pela diretoria da Ponte Preta, no absurdo de $100,00  inteira e $50 para meia entrada, para o setor destinados a torcida adversária e até para o setor central da própria torcida da macaca. Apenas a geral do Moisés Lucarelli terá o valor $40 inteira e $20 meia entrada.

Arbitragem

A arbitragem do jogo fica por conta de Leandro Pedro Vuaden (RS-Fifa), auxiliado por Daniel Paulo Ziolli (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP).
 
Thata Bajano