DE VIRADA, AS MATILDAS SÃO SUPERADAS PELAS ITALIANAS

 

(Foto: Twitter @AzzurreFIGC)

 

Neste domingo (09)  Matildas e Azzurres entraram em campo pela primeira vez nesta Copa Mundial da França.

Mesmo saindo na frente no primeiro tempo, as australianas tomaram a virada já nos acréscimos, e acabaram perdendo, pelo placar de 2 a 1.

 

Pela Austrália, iniciaram a partida: Willians; Catley; Kennedy; Polxinghorne; Carpenter; Van Egmond; Logarzo; Ford; Yallop; Raso e Kerr.

 

Já pelo lado Italiano, as titulares foram: Giuliani; Guagni; Linari; Gama; Bergamaschi; Galli; Giugliano; Cernoia; Bonansea; Mauro e Girelli.

 

O jogo começou com ofensiva das meninas da Austrália que logo aos 3 minutos de jogo já tinham lançado uma bola contra a meta da Itália. As Matildas continuaram dominando ao longo da primeira etapa, mantendo, inclusive, maior posse de bola, e insistindo nas jogadas de ataque, tendo disparado nove chutes a gol.

 

Por outro lado, a Itália não conseguia encaixar o jogo, além de não conseguir aproveitar os contra-ataques, deixando de levar perigo efetivo ao gol de Willians.

 

Aos 20 minutos, Kerr foi derrubada na área, no que o juiz marcou a penalidade máxima. A goleira italiana Giuliani chegou a fazer a defesa, mas no rebote da cobrança, a australiana não deixou a chance escapar e mandou para o fundo das redes, marcando o primeiro gol da Austrália nesta Copa.

 

(Foto: Twitter @TheMatildas)

 

Já no segundo tempo as italianas pareciam mais atentas e ligadas no jogo. Porém, foi em uma bobeada da zaga australiana que Bonansea aproveitou e em um chute cruzado bonito de ver marcou o gol, deixou tudo igual no Stade du Hainaut.

 

A sequência da segunda etapa foi bem parecida com a primeira. Bastante chances para as Matildas, podem nada de converter.

 

Como quem não faz toma, as Azzurres não deixaram a oportunidade escapar. Já no finalzinho, quase no apagar das luzes, novamente ela apareceu: Bonansea, sem dúvidas uma das melhores em campo, virou o jogo para as italianas marcando de cabeça. Final de jogo: 2 a 1 para a Itália.

 

Após a partida a meia Giugliano disse: “Demos um belo passo, mas ainda temos duas partidas importantíssimas pela frente”

 

(Foto: Twitter @AzzurreFIGC)


 

ANÁLISE

Podemos dizer que a primeira partida da história entre Austrália e Itália em Copas do Mundo de futebol feminino foi uma estreia de gala. Ambas as equipes se mostraram sólidas e consistentes, apesar de uma leve superioridade coletiva das Matildas. O que definiu a partida, sem dúvidas, foi a qualidade técnica individual. Como coletivo, a Austrália se mostrou melhor, mas o talento individual italiano conseguiu definir o resultado da partida.

Mesmo saindo derrotadas, as Matildas não estão de todo mal, já que não vem para essa Copa do Mundo como favoritas, mas ajustando alguns detalhes, ficou claro pelo jogo de estreia que podem surpreender.

Já a Itália, após 20 anos sem saber o que era disputar uma Copa, deixou claro que o nervosismo e a responsabilidade pesam e podem vir a atrapalhar. A equipe não jogou mal, mas foi inferior às australianas durante pontos importantes da partida. Ter uma jogadora decisiva e que chama a responsabilidade como a Bonansea é ótimo, mas nem sempre será suficiente. É preciso pensar no coletivo, segurar as emoções e focar no objetivo maior que é chegar o mais longe possível na competição.

Para ambas as equipes, o principal ponto em comum a ser melhorado é tomar cuidado com defesas abertas e mais segurança nas finalizações.


 

O próximo jogo da Austrália será contra o Brasil, na quinta-feira (13), às 13 horas. Já a Itália enfrentará a Jamaica na sexta (14), também às 13 horas.

 

#WeAreMatildas

 

#RagazzeMondiali

 

Por Daiane Luz e Vic Monteiro