De virada, Seleção Brasileira derrota o Peru e segue com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias

Time do técnico Tite só volta a jogar pela competição em novembro 

 

Neymar e Richarlison marcaram os gols da vitória 

(Foto: Lucas Figueiredo/Divulgação CBF)

 

A Seleção Brasileira foi até Lima enfrentar o Peru nesta terça-feira (13), pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. O time verde e amarelo ficou com a vitória por 4 a 2 e segue na liderança da competição, com 100% de aproveitamento. Os gols foram marcados por Neymar, três vezes, e Richarlison. Carrillo e Tapia fizeram para os donos da casa. 

O Peru saiu na frente na sua primeira chegada ao ataque, aos 5’ do 1º tempo. André Carrillo aproveitou a falha do zagueiro Marquinhos, chutou forte à direita do goleiro Weverton e abriu o placar no Estádio Nacional de Lima. 

A Seleção ainda teve chance de empatar aos 12’, com Firmino. O atacante recebeu de Richarlison e ficou cara a cara com o goleiro Gallese, que fez a defesa. 

O empate do Brasil veio aos 26’, quando Neymar foi puxado pela camisa dentro da área. O árbitro Julio Bascuñán marcou penalidade máxima. O camisa 10 converteu a cobrança e igualou o placar: 1 a 1. 

A virada poderia ter acontecido ainda no primeiro tempo, em duas ocasiões. A primeira, foi com Neymar, aos 29’. O atacante brasileiro até mandou a bola para o fundo das redes, mas a arbitragem marcou impedimento. Na sequência, aos 40’, Firmino recebeu nas costas da defesa peruana, mas mandou para fora. 

A Seleção Brasileira precisou sofrer o gol para acordar para a partida. Os comandados do técnico Tite tiveram mais posse de bola, mais finalizações e acertaram mais passes durante a primeira etapa. No entanto, não converteram as chances em gol, mantendo a igualdade nos 45 minutos iniciais.

 

SEGUNDA TEMPO COM VIRADA

Na etapa complementar, a primeira boa chance foi do Peru, aos 5’. Trauco bateu forte, dentro da pequena área, mas o goleiro Weverton fez grande defesa. Entretanto, aos 13’, a defesa brasileira não teve chance. Tapia mandou forte, de fora da área, a bola desviou em Rodrigo Caio, sem chances de reação para Weverton: 2 a 1 para o Peru. 

O Brasil, que vinha mal na segunda etapa, conseguiu o empate aos 19’. Neymar cobrou escanteio na cabeça de Firmino e Richarlison só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes: 2 a 2. 

A virada brasileira veio aos 34’, novamente de pênalti. Neymar foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade máxima. O camisa 10 fez a cobrança e converteu: 3 a 2 para o time de Adenor Bacchi. 

Para fechar, Neymar ainda marcou o quarto. Everton Ribeiro acertou na trave, mas o atacante estava no lance, pegou a sobra e fez o terceiro dele no confronto: 4 a 2 para o Brasil-sil-sil. 

A Seleção Brasileira não fez um jogo de pura emoção e empolgação. Ouso dizer que era de se esperar muito mais desse time. No entanto, há de se levar em consideração que vale uma vaga direta para a Copa do Mundo. Dito isso, os pontos são mais importantes do que a atuação. Ao menos, neste momento. 

 

Neymar marcou seu 62º gol com a camisa da Seleção

(Foto: Lucas Figueiredo/Divulgação CBF)

 

MARCAS IMPORTANTES

O técnico Tite chegou aos 50 jogos no comando da Seleção Brasileira. São quatro anos à frente do time, com 36 vitórias, 10 empates e quatro derrotas. 

Outra marca importante desse jogo envolve a artilharia da camisa canarinho. Neymar chegou a 64 gols e ultrapassou Ronaldo Fenômeno, com 62, de acordo com as contas da FIFA. Agora, ele fica atrás apenas de Pelé. O Rei marcou 77 vezes com a camisa do Brasil. 

 

PRÓXIMA RODADA

O Brasil só volta a jogar pelas Eliminatórias em novembro. O confronto contra a Venezuela está marcado para o dia 14, no Morumbi. Também no próximo mês, a Seleção enfrenta o Uruguai. A partida deve ocorrer no dia 17, ainda sem local definido. 

 

Por: Carol Freitas

pelo futebol do interior

 

#Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.