De volta ao Brinco

Guarani_SaoCaetano.jpg

Fonte: Ingresso fácil

 

Nesta segunda (6), Guarani e São Caetano jogam no Brinco de Ouro da Princesa, às 20h. Essa é 27ª vez na história que as duas equipes se enfrentam. Isso porque de uns anos para cá, os times tem duelado praticamente todos os anos. Em 2001, realizaram o primeiro confronto e daquele ano até hoje, não se enfrentaram somente em 2007 e 2010. Como Bugre e Azulão vem mantendo jogos entre eles, a rivalidade ficou mais aflorada. São 11 vitórias para o lado do time campineiro, 11 para o lado do time do ABC Paulista e 4 empates.

O último confronto entre as duas equipes ocorreu em Março de 2016. O Azulão nesta data, venceu o Guarani por 2x0 no Anacleto Campanella, também pela Série A2 do Campeonato Paulista.

Falando em confrontos, um que não sai da memória do torcedor bugrino (de forma ruim), aconteceu no dia 24 de Novembro de 2012. Pelo Campeonato Brasileiro da Série B, o time de São Caetano do Sul venceu o Guarani no Brinco de Ouro por 1x2 e sacramentou o rebaixamento do Bugre para a Série C, que demorou 4 anos para sair desse martírio.

A única partida que não foi realizada em Campinas ou São Caetano do Sul, ocorreu em Bragança Paulista, com mando do Guarani. A equipe bugrina venceu pelo placar de 2x0 com gols de Fumagalli e Gustavo Bastos. E faz tempo também que o Bugre não vence o Azulão, a última vez foi em 2015 pela Série A2 do Paulista. O Guarani conquistou a vitória magra por 0x1 com gol de Malaquias em pleno Anacleto.

Para o confronto da noite desta segunda, o Guarani não tem só como missão a reabilitação na atual competição depois de derrota para o Bragantino, mas também a de desempatar o histórico de jogos no Brinco de Ouro, já de são 4 vitórias para cada lado e 3 empates. A tarefa do Guarani não é das mais fáceis, mas precisamos mostrar aos adversários, que jogar no Brinco de Ouro deve ser tarefa difícil à eles.

A arbitragem da partida fica por conta de Salim Fende Chavez, junto com os assistentes Alberto Poletto e Mauro André de Freitas. O quarto árbitro será José Paulo Canale.

 

leandro8.jpg

Leandro Santos deve retomar a posição de titular contra o São Caetano, no Brinco (Foto: Vaner Santos / EPTV)

 

E para isso, Ney da Matta deve fazer mudanças na equipe que enfrentou o Massa Bruta na última rodada. Visando melhorar o desempenho da equipe e retomar posições no campeonato, o treinador deve modificar vários setores do campo. Genílson está liberado para defender as cores do time, Eliandro está à disposição, mas o treinador deve optar pelo paraguaio Rogério Leichtweis no ataque. Escobar deve dar vaga à Ernani. Outro que deve jogar é Leandro Santos, titular absoluto no gol do Guarani, o goleiro já está bem recuperado para voltar. É bom ressaltar que são possíveis nomes, o treinador fez mistério nos treinos e não divulgou a equipe que vai à campo.

 

O jogo entre Guarani e São Caetano não terá o Brinco de Ouro totalmente liberado, isso porque a diretoria fará um teste para diminuir os gastos do estádio. Portanto, a torcida bugrina não poderá ocupar a cabeceira do portão principal. Só estará liberado para essa partida, o tobogã, abaixo do tobogã e vitalícia. Os ingressos custarão R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Quem não possui cadeira na vitalícia pode pagar mais R$ 20,00 pelo acesso ao local.

 

guarani.jpg

Guarani não terá todo o estádio à disposição para a próxima partida da Série A2 (Foto: Ari Ferreira / GloboEsporte.com)

 

 

Torcedor, o Guarani precisa de você!

Te seguimos nas boas e nas más.

 

 

Por Fernanda Martins.