DE VOLTA AO NORDESTÃO

 

 

Neste sábado o América RN fez sua estreia na Copa do Nordeste, em partida sem gols, contra o atual vice campeão. O duelo foi regular e sem muitas emoções, com destaque para ambos os goleiros nas jogadas que poderiam resultar gol. O América não jogava o Nordestão desde 2017 (em 2019 não se classificou na pré CN).

 

Nilo entrou no lugar de Geninho que, após diversos erros no clássico (resultantes em gols), merecia esquentar o banco por, pelo menos, 3 partidas para não pipocar mais em jogo de guerra. Afinal, ele foi a grande decepção do torcedor no último Clássico Rei. Leilson e Rato ocuparam as vagas do Tanque e Romarinho.

 

O Gigante entrou em campo com Ewerton, André Krobel, Adriano Alves, Nilo, Renan Luís, Daniel Costa, Leandro Melo, Wallace Rato, Leilson, Thiago Orobó e Dione.

 

Foto: Pedro Vitorino

 

No primeiro tempo vimos um Belo meio perdido em campo, talvez por ser a segunda partida oficial deles esse ano. Enquanto o Mecão estava visivelmente mais entrosado e organizado, apesar da dificuldade em superar a defesa adversária.

 

O Potiguar já está perto de finalizar seu primeiro turno, já o Paraibano teve início semana passada. Esse contraste pôde ser sentido, ainda que não tenha sido aproveitado. Sem Wallace e Romarinho, não tivemos um Mecão ofensivo como vinha se apresentando no estadual.

 

As poucas chances de gol partiram de Dione (eleito o craque do jogo) e Thiago Orobó. Curiosamente, em uma jogada só, duas faltas claras (em Krobel e mais adiante em Dione) não foram marcadas pela arbitragem. Nos acréscimos, tivemos grande chance em cruzamento de Dione para Orobó, que cabeceou pra fora.

 

Foto: Pedro Vitorino

 

Segundo tempo iniciou sem alterações e logo nos primeiros minutos, Krobel cruza para Dione, que cabeceia para fora. Em outra oportunidade, Dione acionou Wilson que cruzou para Thiago Orobó, com categoria, tentar abrir o placar, mas o goleiro adversário defendeu. Leilson também chegou a assustar a defesa do Belo, assim como Adílio, mas o gol estava fechado em todas as oportunidades.

 

Com um público de 4.094 torcedores, o jogo terminou sem gols e com cartão amarelo para Leilson, Leandro Melo e Adriano Alves. O próximo confronto pela Copa do Nordeste é contra o seu maior rival, em mais um Clássico Rei que será realizado no Frasqueirão, domingo (2). Antes disso, enfrentamos o Potiguar na quarta-feira (29), pela sétima rodada do Campeonato Potiguar.

 

"Vamos, Mecão, não podemos perder. Jogue com raça que eu vou te apoiar. Mecão guerreiro eu vou até a lua pra te ver jogar."

 

Por Amanda Oleinik

 

*O BlogMec esclarece que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog.