Defesa de São Martini e um ponto na bagagem

 

 

Na noite da sexta-feira (26) em Goiânia, o Brasil de Pelotas enfrentou o Goiás. Confronto esse que já iniciou movimentado pois aos 2 minutos de partida, após cobrança de escanteio, Alex Alves abriu o placar em favor do time da casa. Porém, 25 segundos depois pelos pés de Bruno Lopes, o Xavante empatou, deixando tudo igual no Serra Dourada.

A penalidade máxima a favor dos goianos foi marcada após Léo Gamalho cair na área. Mas o mesmo ao cobrar, não imaginava que encontraria pela frente a muralha Eduardo Martini, que fez uma linda defesa, para alegria da massa rubro negra.

 

unnamed.jpg

Foto: Carlos Insaurriaga

 

Aos 46 minutos do primeiro tempo, o árbitro foi chamado por seu auxiliar e acabou dando o segundo cartão amarelo para o zagueiro Teco, expulsando o jogador Xavante de campo por falta na frente da área rubro negra.

Já na etapa final, após cobrança de falta de Marlon, o volante Leandro Leite acabou desviando com a cabeça, fazendo com que a bola passasse perto da trave do goleiro adversário. Ao impedir um contra ataque de Elias, o jogador Jean Carlos do Goiás, foi expulso. Deixando assim, as duas equipes com um a menos em campo. Já no fim, a zaga esmeraldina salvou o que seria o gol da vitória Xavante, após lançamento de João Afonso para Bruno Lopes que em seguida cruzou para Wagner.

O placar terminou igual em Goiânia e a torcida do Brasil ficou com a certeza de que apesar dos erros, foi uma grande partida, na qual a equipe de Pelotas, mostrou notória superioridade no segundo tempo.

A equipe retorna para a Baixada com mais um ponto na bagagem, o segundo ponto da Série B do Brasileirão. E segue em preparo para o próximo confronto, dessa vez em casa e com o apoio de sua fiel torcida, na próxima terça-feira (30) às 21:30, contra a equipe do Náutico, pela quarta rodada da competição.

 

 

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 x 1 BRASIL DE PELOTAS

 

 

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini, Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco, Marlon, Leandro Leite, João Afonso, Rafinha (Wagner), Elias (Marcinho), Bruno Lopes e Rodrigo Silva (Evaldo). Técnico: Rogério Zimmermann.

 

GOIÁS: Marcelo Rangel, Tony, David Duarte, Alex Alves, Carlinhos, Willians (Michael), Patrick, Tiago Luís (Elyeser), Jean Carlos, Carlos Eduardo (Aylon) e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

 

GOLS: Alex Alves, aos 2min1T (G); Bruno Lopes, aos 3min1T (B).

CARTÕES AMARELOS: Teco e Evaldo (B); Willians e Patrick (G).

CARTÕES VERMELHOS: Teco (B); Jean Carlos (G).

 

Giovana Bastos