DESSA VEZ NÃO DEU, MAS SEGUE O BAILE E O CAMPEONATO

 

Neste domingo (16), o Palmeiras recebeu a Ferroviária no estádio Nelo Bracalente, em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro Feminino Série A1, e foi derrotado por 4 a 1. Apesar do esforço, as palestrinas não se saíram bem e não conseguiram segurar a Locomotiva.

O Verdão vinha de uma goleada sobre o Vitória, porém, não conseguiu impor o mesmo ritmo para cima da Ferroviária e o desempenho acabou ficando bem abaixo do esperado. As duas primeiras rodadas foram bem regulares, apesar da derrota na estreia. No entanto, o placar elástico em favor da Ferroviária reflete bem o que foi a partida em Vinhedo e põe o Palmeiras em alerta.

Sabemos que o campeonato ainda está no começo, mas é bom ficar atento às oscilações da equipe, já que diante do time grená as alviverdes não conseguiram mostrar o futebol que jogou contra Corinthians e Vitória. Claro que a derrota faz parte, mas não queremos que o feminino repita os mesmos erros do masculino.

Palmeiras não consegue segurar à Ferroviária e leva o segundo revés no Brasileirão. Foto: Jonathan Dutra/Ferroviária

 

O Palmeiras iniciou a partida pressionando as adversárias, mas logo perderam o ritmo, facilitando para que a Ferroviária subisse ao ataque. E não demorou para que as grenás abrissem o placar, aos 12 minutos, e ampliassem a vantagem logo em seguida, aos 15’. Com um trio de ataque fortíssimo e jogadas agressivas pelas laterais, a Locomotiva obrigou o Verdão a abandonar o estilo de jogo visto nas partidas anteriores, o que deixou o time da casa vulnerável.

As palestrinas tentaram se segurar e buscar o resultado, e o gol alviverde saiu dos pés de Carla Nunes, que marcou de cobertura. Na sequência, Ottilia perdeu uma chance inacreditável: após a zaga adversária falhar na marcação, a bola sobrou para a atacante que estava livre na área, mas finalizou para fora. A Ferroviária aproveitou o nervosismo das donas da casa para marcar o terceiro gol antes do fim da primeira etapa.

Belli voltou do intervalo com alterações no time, que logo nos primeiros minutos se mostraram ineficientes. O Verdão não conseguia encaixar boas jogadas ou levar perigo à defesa adversária. A equipe alviverde atuava sem força ofensiva e solidez na defesa. A Ferroviária apertou na marcação, porém o Palmeiras manteve a posse de bola, e isso infelizmente não nos ajudou em nada, já que não conseguimos equalizar as forças na partida.

A Locomotiva se limitou a deixar a bola nos pés do Alviverde, aguardando espaço para um contra-ataque. Espaço esse que infelizmente apareceu em uma cobrança de escanteio que culminou no quarto gol das adversárias. Definitivamente o Palmeiras que esteve em campo não refletiu o time das rodadas anteriores.

Artilheira do Verdão, Carla Nunes marcou o gol de honra. Foto: Rebeca Reis/Palmeiras

 

Claro que ninguém fica feliz com a derrota, porém enfrentamos logo de cara um dos times mais fortes da competição, o que não é uma desculpa mas serve para corrigir os erros e evoluir. O ponto de referência para seguir vivas no campeonato é a atuação apresentada diante do rival na primeira rodada. Apesar de também ter perdido, o Verdão não se entregou. 

Agora é sacudir a poeira, ajustar os detalhes e seguir em frente, afinal, é apenas a terceira rodada, ainda temos muito o que crescer. Seguimos fortes e em busca dos bons resultados.

O Palmeiras volta a campo no dia 29/02, diante do Cruzeiro, em Belo Horizonte às 17h.

 

#AvantiPalestra #BrasileirãoFemininoA1 #Palestrinas #VamosVerdão #FutebolFeminino

 

Por Vânia Souza

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.