Deu Galo na cabeça!

Neste domingo (29), o Atlético Mineiro recebeu o Corinthians no Horto para partida que deu o que falar! Um jogo empolgante do começo ao fim deixou o Galo bem na tabela do Brasileirão e tirou do Timão a liderança.

 

FOTO: Flickr Clube Atlético Mineiro

 

O início da partida já mostrou que teríamos um jogão pela frente. Até Patric, quase sempre contestado pelo torcedor, já começou o jogo levando o risco até o gol de Cássio. Com domínio da bola, o Galo não deixou o Corinthians sair jogando facilmente.

Alguns lançamentos levaram perigo à defesa corintiana, porém o gol não saiu tão cedo assim! E, quando saiu, o juiz anulou! Sabemos que nem sempre o melhor time em campo é o que ganha o jogo, contudo, o Galo mereceu a vitória pela bela partida e ela veio no finalzinho do segundo tempo.

O jogo chegou a ficar um pouco mais light, porém não ficou ruim! Nesse tempo, Otero voltou a mostrar o porquê de ser o melhor jogador desse time do Galo e mais uma vez chamou atenção com suas batidas de falta, escanteios e bolas de fora da área.

Teve impedimento mal marcado, gol anulado depois de minutos, pênalti não dado, um jogo daqueles para ficar dias nas discussões da tv e das rodas de amigos e amigas. Muita tensão causada pela arbitragem, que apesar de ter sido polêmica, colaborou para deixar o jogo emocionante e com cara de futebol raiz!

Thiago Larghi e seu caderninho na beira do campo mostrou que preparou bem o time para o jogo e aos 36 minutos de jogo o Galo já tinha finalizado quatro vezes, enquanto o Corinthians ainda não tinha dado trabalho ao goleiro Victor.

O primeiro gol do Galo, ainda no primeiro tempo, foi anulado pelo árbitro que alegou que a bola bateu na mão de Ricardo Oliveira antes de bater na trave e sobrar para Roger Guedes mandar para o fundo das redes. O jogo ficou mais aberto nos minutos finais do primeiro tempo e o galo parou o Corinthians com muitas faltas no meio de campo, só esperando o apito para saírem para o intervalo.

Logo no início do segundo tempo, o Galo já pressionou com batida colocada de Otero, jogada que obrigou Cássio a se esticar todo. A pressão do primeiro tempo continuou em cima da zaga corinthiana.

Aos 15 minutos do segundo tempo, o Corinthians finalizou pela segunda vez no jogo, sem perigo para o gol de Victor. Depois do segundo chute ao gol, cerca de vinte minutos de jogo, o Corinthians começou a apertar um pouco mais, porém, junto com a torcida, o Galo cresceu em campo!

Aos 33 minutos, bem posicionado, Roger Guedes cabeceou para fora, em lance bonito, porém, sem gol. Estando melhor em campo desde o início da partida, o Atlético chutou muito mais vezes ao gol.

Na aproximação do fim do jogo, foram três substituições ao mesmo tempo na equipe atleticana: saiu Bremmer, Blanco e Luan. Entrou Galdezani, Elias e Alerrandro. Mudança tática que fez com que Adilson colaborasse com Gabriel na zaga.

Os jogadores mal entraram no campo e o lance do gol, que deu a vitória para o Atlético, já se construiu. Depois do esforço de Patric para a bola não sair, Roger Guedes bateu de peito para dentro do gol de Cássio. 1 a 0 para o Galo Doido! Pouco tempo depois o apito final apontou o fim de mais uma partida cheia de dramas, emoções e muito FUTEBOL!

 

Pelas mulheres no futebol.

Por Anna Gabriela.