Deu Goleada

 

O Grêmio entrou em campo, neste sábado (25), para enfrentar o Juventude pela 10ª rodada do Campeonato Gaúcho na Arena.

 

O Tricolor foi a campo com Marcelo Grohe, Edílson, Rafael Thyere, Kannemann, Marcelo Oliveira, Michel, Ramiro, Léo Moura, Miller Bolaños, Pedro Rocha e Luan. Na reserva estavam: Léo, Leo Gomes, Bressan, Bruno Cortez, Jaílson, Kaio, Arthur, Lincoln, Gastón Fernández, Fernandinho e Everton.

 

A partida teve 3 substituições, Bolaños saiu para entrada de Gastón Fernández; saiu Léo Moura e entrou Fernandinho e saiu Pedro Rocha para entrar Lincoln.

 

Gente, que jogo! Vindo de três empates e com a torcida na bronca pelo desempenho nos últimos jogos, o Tricolor só buscava a vitória. E ela veio!

 

Logo no início da partida, o Grêmio começou mostrando quem que ia mandar e controlar o jogo, e assim o fez. Aos 11 minutos, Bolaños abriu o placar. O Juventude tentava conquistar espaço e criar jogadas, mas nada foi possível. Aos 16 minutos, Michel ampliou o placar, deixando o time da casa tranquilo. Tranquilo? SÓ QUE NÃO! O Grêmio continuou mostrando ao que veio, enquanto o adversário tentava chegar junto, cavando faltas e espaços para jogadas. O adversário acabou fazendo falta de ataque e, Léo Moura estava lá para marcar o 3° gol aos 28 minutos de jogo.

   

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

Isso tudo no 1° tempo de jogo, quanta emoção! Que loucura!

 

No 2° tempo o Grêmio deixou o time visitante jogar, o foco era administrar o placar. Mas claro, a equipe gremista se fechou e não deixava o adversário chegar ao ataque. Nesse blá blá blá, quando ninguém deixava nada, Juventude fez pênalti. Quem cobrou e ampliou o placar foi Luan, que não deixou o goleiro ter tempo de pensar em defender. O Tricolor após o pênalti, criou jogadas e teve chance de marcar, mas o jogo terminou em 4x0.

 

   

Foto: Lucas Uebel para Grêmio FBPA

 

Esse sim foi um jogo que vimos o Grêmio que conhecemos jogar, com um time entrosado, se ajudando e buscando o gol em todas as chances que aparecia. Esse é o Grêmio que queremos, marcando, trocando passes, finalizando e goleando.


Por Bethania Formighieri