DEU LEÃO NO CLÁSSICO DAS MULTIDÕES!

No primeiro duelo do ano entre as equipes, Sport vence o Santa Cruz e segue no G4 do grupo A do Nordestão.

 

Pra começar o relato desta partida, gostaria de começar repudiando todo e qualquer ato de violência que começou fora do estádio entre as torcidas organizadas de Sport e Santa Cruz. É lamentável que ainda no ano de 2020 tenhamos esse tipo de episódio. 

Pela 6ª rodada da Copa do Nordeste, Sport e Santa jogaram pensando em encaminhar suas classificações para a próxima fase do campeonato. As duas equipes se enfrentaram na Ilha do Retiro na tarde deste sábado (07), às 16:00. 

Sport x Santa Cruz (Foto: Aldo Carneiro (Pernambuco Press) 

No começo da partida, o ritmo estava acelerado porém nem o leão nem a cobra coral conseguiam caprichar nas finalizações, erros sucessivos de passes dos dois times pernambucanos marcaram a primeira etapa. Os goleiros pouco trabalharam. O tricolor do arruda teve as melhores chances no primeiro tempo, Mayco Félix teve duas oportunidades de gol que foram desperdiçadas durante os 20 minutos de partida. A primeira chance clara de gol do time mandante foi com Lucas Mugni que isolou, já em uma cobrança de falta, o argentino bateu e sobrou na cabeça de Adryelson que finalizou nas mãos do goleiro tricolor. Ainda no primeiro tempo, Luan Polli fez grande defesa na cobrança de falta de Chiquinho, atacante coral. 

Fim do primeiro tempo e o placar estava em branco. Enquanto isso, durante o intervalo, a torcida do Sport aguardava a estreia de Jonatan Gomez, o meia que havia sido regularizado no BID e já podia atuar no clássico. Pouco mais de 14 mil torcedores estavam presentes nas arquibancadas.

 

Foto: Anderson Stevens (Twitter Oficial do Sport Club do Recife)


 

As duas equipes voltaram para a etapa final engajadas na busca da classificação e fizeram alterações no segundo tempo. O time coral substituiu Danny Morais que havia se lesionado e Mayco Felix, entrando Denilson e João Cardoso em seus respectivos lugares. No Sport, a substituição esperada aconteceu, Yan saiu para dar lugar ao estreante da tarde Jonatan Gomez. O Leão da Ilha voltou aparentemente mais aguerrido do que no primeiro tempo, criando mais oportunidades de gols, com Hernane e Raul Prata mas sem capricho nas finalizações. 

Ao passar do tempo, as duas equipes esfriaram, e os torcedores com olhares indiferentes vinham acreditando o jogo finalizaria com um empate sem gols. 

Foi quando o técnico rubro-negro Daniel Paulista fez mais uma substituição, tirou Rithelly para colocar o atacante Elton, este que estava predestinado a mudar a história da partida, aos 33 minutos do segundo tempo recebeu de Marquinhos e bateu no canto do goleiro Maycon Cleiton, abrindo o placar para o time da casa. Nada mais houve e a partida terminou com a vitória do Sport por 1 a 0 sobre o Santa Cruz.

 

Foto: Anderson Stevens (Twitter Oficial do Sport Club do Recife)

 

O rubro-negro da Ilha com este resultado soma 9 pontos no grupo A e se consolida em 4º lugar, se distanciando dos times fora do G4 do seu grupo  (ABC e CRB). O clube coral por sua vez, manteve-se em 6º lugar do grupo B com 7 pontos empatado com o Imperatriz-MA e está a 1 ponto do G4. 


As duas equipes seguem no campeonato para confirmar suas presenças na próxima fase do Nordestão, e o Sport segue para a Arena Castelão, onde irá enfrentar o Ceará no próximo sábado (14), às 16:00. 

O Santa tem como próximo adversário o Botafogo-PB na próxima quinta-feira (12), no Estádio José do Rêgo Maciel às 19:30.

 

Por: Rannyelle Barbalho, torcedora do Sport Club do Recife.

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo