DIFFICILE DA CREDERE

 

Nosso italiano estreia com gol, mas perdemos nos pênaltis e voltamos para casa com uma mão na frente e a outra atrás. 

(Fonte: @bocajrsoficial) 

 

A Copa Argentina é um torneio charmoso, onde se pode passar de tudo. Equipes grandes muitas vezes ganham das consideradas pequenas, mas em outras vezes essas pequenas ganham das favoritas. Ganham de uma forma que nem eles podem acreditar. Boca x Almagro era um típico jogo desses onde a maioria das pessoas (99%) acreditava que a equipe Azul y Oro venceria de goleada e com show, porém o sobrenatural tomou conta do jogo desta noite de terça-feira (13). Até os 40 minutos da etapa complementar, o Boca estava se classificando, eu disse estava, pois mais uma vez, em uma bobeada monstruosa da nossa defesa (que é uma mãe), o Almagro foi lá e fez o que era pouco provável: empatou a partida.  Não só empatou a partida como "incrivelmente" conseguiu se classificar para a fase seguinte da competição. Não estou bêbada, não estou delirando e nem falando besteira, mas estou descrevendo a derrota, isso mesmo, a DERROTA e DESCLASSIFICAÇÃO Xeneize do certámem. Nós os torcedores estamos na bronca, estamos com raiva, estamos realmente muitos "p" da vida com o desastre ocorrido no Estádio Ciudad de la Plata. Não compensou nem o valor da passagem de Buenos Aires até lá para ver isso. 

Lá vou eu falar a mesma coisa que falava antes, quando eu apenas cornetava nos textos: o Boca do primeiro tempo foi um, o do segundo tempo foi outro. 

Depois vão dizer que sou corneteira demais! Não sou, apenas exponho o ódio sentido na hora por causa de mais uma eliminação da equipe. Esse tipo de coisa não pode acontecer com um time da grandeza do Boca, simplesmente não pode. E para piorar perdemos da pior forma possível: nos pênaltis. Malditas sejam as penalidades máximas que só prestam para fazer a gente passar mais nervoso. Agora o foco é total na Superliga Argentina e também na Libertadores (que tanto queremos). 

 

Copamos tudo, mas não deu. 

(Fonte: Alan Menechino) 

 

Falando do jogo em si, em campo um time da Primeira divisão, do outro um time da B. Do nosso lado a estreia mais aguardada do ano de Daniele De Rossi, do lado de lá nos encontramos com um ex atacante que já vestiu nossa camisa em um passado não tão distante assim. 

E na data de 13 de agosto estava tudo armado para uma festa de arromba no Ciudad de la Plata. Era a noite do Homem… o italiano campeão do mundo com a Itália estreou da melhor forma possível, marcando nosso gol logo no primeiro tempo da partida, aproveitando cobrança de escanteio a nosso favor. Ele nem precisou sair do chão para conseguir mandar a pelota para o fundo da rede adversária, pois por um capricho do destino ela foi certinho na direção dele. Ele era o cara, era o dono da noite. Antes e depois do gol Xeneize, a equipe conseguiu manter a posse de bola, mas não foi efetiva na hora da conclusão. Com a vantagem construída (ainda que mínima) no primeiro tempo, o Boca tinha tudo para ampliar na etapa complementar e avançar de fase né? Só que não. O time voltou apático! Sei lá o que aconteceu no vestiário da hora do intervalo, mas o futebol ficou lá dentro. O time tirou o pé do acelerador de forma equivocada. Conseguimos a proeza de "estarmos classificados" até os 40 minutos do segundo tempo, quando em um erro medonho de saída de bola nossa, Martínez fez o gol de empate do Almagro. Não creio até agora no gol que eles marcaram, mas como disse antes, não vou cornetar para não ser inconveniente. Empate em 1x1 no tempo normal e…. Simbora para as cobranças de pênaltis. 

Deixei o desfibrilador de lado pois pensei que aguentaria de boa o tranco… 

Nós começamos a cobrar. Carlitos, o primeiro a abrir as séries de cobranças, converteu a nossa. Mal sabia eu que aquela seria a única convertida, pois as cobranças seguintes foi um Deus nos acuda. Enquanto o pessoal do Almagro conseguiu marcar seus gols, do nosso lado Mac Allister, Hurtado e Salvio desperdiçaram as chances que tiveram e Adíos Copa Argentina para a gente. 

Se eu estou brava? Muito! Se eu estou na bronca? Demais! Sugiro tio Alfaro que a partir de agora o pessoal comece a treinar penalidades máximas, porque foi vergonhoso o que ocorreu na noite de ontem. Foi ridículo. Mac Allister e Hurtado chutaram nas mãos do goleiro adversário, já Salvio "mamma mia" mandou a redonda aqui em casa. Para vocês terem noção do quão mal ele cobrou esse pênalti. Perdemos por 3x1. Voltamos para casa desclassificados de um jogo que teve uma reviravolta sobrenatural. Passou a equipe que teve mais competência para definir. Enfim, o Gladiador teve uma noite onde marcou gol, recebeu cartão amarelo, jogou por demais. Infelizmente não deu para a gente. Vida que segue. 

 

Fonte: @bocajrsoficial 

 

El Xeneize volta a campo no próximo domingo, contra o Aldosivi, em jogo válido pela Superliga Argentina, às 20h. 

 

Por Adri Domingos, hincha fanatica de Boca.