DISPUTA ACIRRADA

PRIMEIRO JOGO DA DECISÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO FEMININO A1 TERMINA EM EMPATE SEM GOLS

 
 

Foto: Leandro Boeira / Avaí FC

 

 

Na noite do último domingo (22), no Estádio da Ressacada em Florianópolis (SC), ocorreu o primeiro jogo da decisão da final do Campeonato Brasileiro Feminino A1 2020.

Em uma partida extremamente equilibrada, as duas equipes empataram por 0 a 0 e deixaram a disputa viva para o jogo de volta.

Conforme o site da CBF, foi uma partida cheia de novidades. A final contou com bastidores agitados, com direito a nove convocadas para a Seleção Feminina em campo, presença da comissão técnica e da técnica Pia Sundhage, novo patch para as finais, bola personalizada e troféu de Craque da Partida. 

A equipe do Avaí Kindermann, com dois desfalques importantes, teve que jogar com uma estratégia diferente, onde o técnico optou por um outro esquema, optando pelo contra-ataque em muitos momentos e tendo grandes chances para abrir o placar, porém a goleira adversária não deu moleza para que as Leoas chegassem ao gol. A goleira Bárbara fez um trabalho muito bom e fez defesas importantes a favor de seu time, e mostrou porque vem sendo convocada para a seleção brasileira pela sueca Pia Sundhage.

O técnico Jorge Barcellos disse que o jogo decisivo será aberto, quando terá que sair o campeão:

 

“As duas equipes vão buscar a vitória e nós estaremos preparados para outro grande jogo”, completou.

 

Na partida, pode-se perceber um Avaí Kindermann corajoso, que adiantou as linhas para não dar vida fácil às adversárias. Um time com garra e vontade de vencer, sempre respeitando as corintianas. 

A final fica em aberto para o Avaí Kindermann sonhar com o título inédito do Brasileirão. Já o Corinthians chega pela quarta vez seguida na final e busca o bicampeonato.

A grande final acontece no dia 06 de dezembro, às 20h de domingo, na Neo Química Arena. Quem vencer, levantará a taça nacional. Em caso de novo empate, a decisão será nos pênaltis.

Escalação do Avaí/Kindermann: Bárbara; Bruna Calderan, Tuani, Simeia e Camila; Thaini (Sthephanie), Duda, Julia Bianchi e Kah; Lelê e Catyellen. 

Técnico: Jorge Luiz Barcellos.

Cartões amarelos para Julia Bianchi e Bruna Calderan.

Árbitro: Rodolpho Toski Marques

 


#BoaSorteLeoas

 

Mah Dutra

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.