Do sufoco à goleada. Sport 4 x 0 Central.

Pela primeira vez na temporada 2016 o Sport marca três gols em uma mesma partida. Leão soma 19 gols em 12 jogos nesse ano. Com a vitória, o Rubro-negro conseguiu assumir provisoriamente a liderança, pelo saldo de gols, e detém o ataque mais efetivo do PE 2016. São 11 gols marcados em 7 jogos.

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

O jogo começou bem sonolento. O Sport veio com uma formação diferente da partida anterior. Falcão voltou com os três volantes e na zaga, Henriquez ganhou uma chance no lugar de Matheus Ferraz.

As chances surgiam apenas das falhas alheias, e foi assim que o Sport abriu o placar aos 15 minutos do 1º tempo: Sadrak cortou errado e a bola caiu nos pés de Gabriel Xavier, que marcou o seu primeiro gol com a camisa rubro-negra. O leão relaxou tanto após o gol que quase não produziu mais nada e saiu para o intervalo com um misto de vaias e aplusos da torcida.

No segundo tempo, o Sport conseguiu manter uma maior posse de bola, mas continuou com exagerados erros de passes e sem conseguir boas finalizações.  Falcão tirou Túlio de Melo para a entrada de Vinícius Araújo. Antes dos 5 minutos, o Central teve duas boas chances de gol, defendidas por Danilo Fernandes. Uma possível reação da Patativa acabou em um novo erro e Luiz Antônio ampliou aos 6 minutos. Dois minutos depois, em uma jogada trabalhada, numa tabela entre Vinícius e Lenis, o colombiano marcou o terceiro. O Leão ainda teve um gol mal anulado, num impedimento inexistente de Vinícius. Aos 26 minutos saiu o último e mais bonito gol do sábado, que veio dos pés do Vinicius Araujo. Lenis driblou na ponta e abriu para Luis Antônio, que encontrou Serginho, tocando de primeira para Vinícius driblar o goleiro e marcar o seu primeiro gol pelo Leão. A partir daí, o Sport só fez administrar o resultado.

Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife

“Criamos inúmeras chances até o primeiro gol. Depois recuamos demais os volantes e demos espaço ao adversário. No segundo tempo o time marcou mais na frente e foi outro. Fomos o dono do jogo. Estou muito feliz. Eles fizeram um segundo tempo digno do futebol que eu gosto. Agora é hora de descansar um pouco”, disse Falcão no fim do jogo.

As mudanças, principalmente no meio de campo, devolveram ao Sport um futebol mais consistente e com mais posse de bola. A entrada de Vinícius Araújo deu outra cara ao Sport. Gabriel e Lenis mostraram que podem ajudar muito o time nessa temporada. A vitória serviu para dar mais tranquilidade e confiança ao time.

Ficha do jogo:

Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier (Maicon), Henriquez, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio, Gabriel Xavier (Juninho) e Lenis; Túlio de Melo (Vinícius Araújo). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Central: Juninho; Gustavo, Márcio, Everton (Jônatas) e Sadrak (Fabinho). Charles Vágner, Moisés, Giso e Candinho; Araújo e Lourival (Índio). Técnico: Flávio Barros.

Local: Ilha do Retiro; 

Árbitro: Wagner Cabral. Assistentes: Aldir Pereira e Gleydson Leite. 

Gols: Gabriel Xavier (15 min do 1°) e Luiz Antônio (6 min do 2º), Lenis (8 min do 2º) e Vinícius Araújo (26 min do 2º). 

Cartões amarelos: Jônatas (C).

Público: 3.239.

Renda: R$ 69.246,00

O Sport só volta a jogar no próximo fim de semana, pelo Campeonato Pernambucano. O Leão enfrenta o América-PE, no Arruda, às 18h30 do próximo sábado.

Beatriz Cunha