DOMINGO DE MANHÃ É DIA DE PAYSANDU

 

Foto: Cristiano Martins/ O Liberal


 

Em um horário ingrato para o torcedor e para o jogador, o Papão da Curuzu recebe o Japiim neste domingo (15), às 10h, no Vozão da cidade, o estádio da Curuzu.

No último confronto entre as duas equipes, o Castanhal venceu o Paysandu por 3 a 2 e estragou a comemoração do aniversário bicolor. O jogo realizado no estádio do Mangueirão pois o estádio da cidade de Castanhal, Modelão, estava sem licença dos órgãos de segurança.

As duas equipes estão na zona de classificação. O Paysandu é o líder com 16 pontos, mesmos pontos do Clube do Remo (também com 16), porém o papão está na frente devido o saldo de gols, 10. Já a equipe do Castanhal está em terceiro lugar com 14 pontos e podendo ser ultrapassado pelo Paragominas.

O bicolor possui um desfalque para essa partida, o volante Serginho está suspenso após receber o terceiro cartão amarelo no clássico do último domingo.

Um duelo interessante para esse domingo será entre Nicolas, artilheiro bicolor, com 7 gols e Pecel, do Castanhal, com 8 gols, porém o jogador do Japiim se destaca pela média de gols por partida: 1,14.

No final da noite desta sexta-feira (13), a Prefeitura Municipal de Belém planeja suspender todos os eventos com aglomeração de público em decorrência a pandemia do novo coronavirus. Entretanto, na manhã deste sábado (14) será realizada uma reunião entre a Federação Paraense de Futebol e os clubes para saber se os jogos desta rodada serão de portões fechados, porém a expectativa é que esse decreto seja publicado somente na segunda-feira (16), quando deverá valer a determinação.

Mas tudo isso só deixa o torcedor cada vez mais ansioso para encontrar o papão na Curuzu neste domingo, às 10h. Torcedor, fica nosso recado: não esquecer do protetor solar, da capa de chuva (já que em Belém vem enfrentando fortes chuvas nos últimos dias), e ter cuidados com a saúde!

 

Saudações Bicolores

 

Beatriz Reis

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.