DUELO COM GOSTO DE DECISÃO

 

 

 

Foto: Lucas Merçon

 

O Fluminense entrará no gramado do Maracanã, nesta quinta-feira (29), com uma tarefa digna de guerreiros: vencer o Corinthians e alcançar a tão almejada classificação para as semifinais da competição. Um desafio que requer entrega, garra e que cada um dos nossos jogadores mostre o seu melhor, individualmente e em grupo. A torcida, que já comprou 35 mil ingressos até o fechamento desta resenha, não aceitará nada além da vitória. O pedido de Tricolor de Toda a Terra: Lutem até o fim!

O último treino foi realizado nesta quarta-feira (28), e na sequência Nenê concedeu coletiva de imprensa  Com o empate da partida de ida, em 0 x 0, uma vitória simples classifica o Fluminense e o meia teceu suas considerações sobre o confronto.

Foto: Lucas Merçon

 

"Vamos pensar com tranquilidade no que devemos fazer e o mais importante é o foco, crucial, pois esses jogos são definidos em detalhes e temos que dar a vida em campo. É uma situação em que podemos fazer um grande feito esse ano, conquistar essa copa que para todo mundo, não só para o torcedor, mas para nós, jogadores, de poder marcar o nome na história do Fluminense, de um clube tão grande, é uma oportunidade única", avaliou. 

Ele comentou que o grupo está bastante satisfeito com o fato da procura por ingressos e alguns dos setores já esgotados. Para ele, jogar com o apoio da torcida é um fator maravilhoso, além de comentar sobre o estilo do adversário.

"Temos que aproveitar muito, a nossa torcida é muito importante, a gente sabe da importância do estádio estar lotado. Vamos jogar em casa e temos que fazer o nosso jogo, ir em busca do gol a todo momento e ter muito cuidado no contra-ataque, que acredito que é o forte do time deles, o Carille treina muito isso, taticamente é um time muito forte e temos que tentar neutralizar essa parte", ressaltou.

Segundo Nenê a chegada do técnico Oswaldo de Oliveira ocorreu de forma amistosa e o entrosamento fez-se sem muitos problemas.

"Tivemos uma semana bastante intensa em relação ao time adversário, uma coisa que o Oswaldo frisou bastante é em relação ao setor defensivo, para estar preparado em todos os casos. Ele conversou bastante, tenta criar coisas além do que a gente já vinha trabalhando e vamos ver o dedo dele já no jogo de amanhã", destacou.

A partida é a estreia de Oswaldo e ele não adiantou a escalação, o que pode indicar que use a mesma equipe do jogo anterior. Talvez com uma diferença, o retorno do zagueiro Digão, já recuperado das dores na panturrilha, ao lado de Nino. Inclusive o jogador participou normalmente dos últimos treinos.

 

Carla Andrade