E essa moda de fazer gol nos acréscimos? Gostamos!

 

Na tarde de ontem, o Botafogo seguiu com sua mais recente tradição de marcar gol decisivo nos acréscimos e venceu o Grêmio com um gol de Brenner e um golaço de Gilson. Michel fez o gol do time adversário.

 

Vitor Silva / SS Press / Botafogo

Com a vitória por 2x1 o alvinegro subiu 12 posições, mas o cenário mudará ao fim da rodada. O Grêmio continua com 4 pontos.

No primeiro tempo, o time da casa jogou melhor e criou oportunidades, defendidas pelo goleiro Paulo Victor, além de uma bola na trave. Logo após o gol de Brenner, o Fogão foi surpreendido e sofreu o empate. Fim da primeira etapa.

No segundo tempo, o time de Alberto Valentim assistia o Grêmio de Renato Gaúcho jogar mais avançado e levando perigo ao time da casa. Criou pouco, perdeu boa chance de gol com Ezequiel, que desperdiçou cruzamento que o deixou de frente com o goleiro adversário. Luan, único titular gremista em campo, também perdeu uma boa oportunidade de colocar o Grêmio na frente do placar.

Cabe lembrar que a torcida pediu e Valentim, atendeu: Kieza entrou no lugar de Brenner. O nome do atacante tem sido chamado desde a contratação.

Após o tempo regulamentar, aos 46 minutos Gilson acertou uma bomba de fora da área, daquelas indefensáveis, bem no ângulo! A arquibancada explodiu! A torcida pedia o fim da partida para dali sair cantando feliz e comemorando a primeira vitória do Botafogo no brasileirão. Mas ainda faltavam três intermináveis minutos, até que o juiz apitou e encerrou a partida.

 

Vitor Silva / SS Press / Botafogo

 

O time: Jefferson, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello, Gilson, Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Renatinho, Léo Valencia (Marcos Vinicius), Rodrigo Pimpão (Ezequiel) e Brenner (Kieza). Técnico Alberto Valentim.

Por Lívia Torres