É HORA DO ÚLTIMO SUSPIRO

 

Sim, chegamos na 38ª rodada do campeonato, a última, e nossas chances são relativamente boas (se é que possamos chamá-la assim). Passamos 37 rodadas almejando algo maior e melhor de onde estamos, mas não foi possível, gostaríamos de chegar nessa rodada, no mínimo tranquilos, mas não aconteceu, embora tenhamos trabalhado, lutado e tentado, a última rodada é a mais importante do campeonato para nós.

Foto: Gazeta Esportiva

Neste domingo (08), o duelo final será contra o Botafogo-RJ no Estádio Nilton Santos, às 16 horas (assim como todas as  partidas da rodada). O Vozão está na 16ª colocação com 38 pontos, 2 a mais que o Cruzeiro 17ª colocado.

Nesta partida o Ceará depende apenas de suas próprias forças para estar na Série A em 2020, uma vitória ou um empate no Rio de Janeiro salva a equipe do rebaixamento. Mas para o Botafogo a vitória pode manter viva a chance de classificação para a Sul-americana.

Para a partida deste domingo Argel Fucks terá 3 desfalques, Fabinho e João Lucas receberam o terceiro cartão amarelo, e Lima que foi expulso. Mas em contrapartida, poderá contar com Willam Oliveira.

Foto: Davi César

Para esta partida tão importante, o Alvinegro fez a última atividade do CT nesta sexta-feira antes do embarque para o Rio de Janeiro.

Provável escalação:

Diogo Silva; Samuel Xavier, Luiz Otávio, Eduardo Brock e Cristovam; William Oliveira, Ricardinho, Chico, Felipe Silva e Thiago Galhardo; Leandro Carvalho.

Técnico: Argel Fucks.

O meia Ricardinho falou sobre esta partida decisiva. “De maneira nenhuma podemos entrar em uma partida decisiva, sabendo que resolverá a nossa situação, pensando em empatar. Eu vejo que é dessa maneira que as coisas podem acontecer. Vamos ver que é muito mais que só futebol. Eu me sinto em casa aqui, é a minha segunda casa. É isso que a gente tem que tentar transparecer. O Ceará precisa e merece se manter na primeira divisão, com planejamento e sonhos que tenho certeza que serão alcançados muito em breve”.

Foto: Raisa Martins

Não existe outra opção, se queremos ficar na Série A, temos que ganhar e assim não dependermos de mais ninguém, mas se caso a vitória não aconteça, que seja um empate, ainda assim permanecemos na primeira, mas se caso algo gravíssimo aconteça e perdermos... aí temos que torcer para que o Cruzeiro não vença o Palmeiras.

Vamos fazer a nossa parte sem depender de ninguém. Vamos para cima Vozão.

 

Kelly Cristine Janiro