É MATAR OU MORRER!

 

Nesta terça-feira (06), o Juventude vai até o Rei Pelé enfrentar o CRB. A partida começa às 21h30 e é válida pela 35ª rodada da Série B. O duelo será importantíssima na luta contra o rebaixamento, pois as duas equipes correm sérios riscos de disputarem a Terceira Divisão em 2019.

O Juventude vem de uma derrota para o Brasil de Pelotas, no Alfredo Jaconi, e está com 35 pontos. Enquanto o CRB venceu o lanterna Boa Esporte no Rei Pelé e está com três pontos a mais que o alviverde gaúcho.

No primeiro turno, as equipes se enfrentaram em Caxias do Sul e os três pontos ficaram com o Juventude. Na ocasião, o zagueiro Fred garantiu o triunfo para o alviverde, em uma belíssima cobrança de falta no ângulo.

Em caso de vitória, o Juventude permanece no z4. Isso porque, terá a mesma pontuação do adversário direto CRB, mas um triunfo a menos. Atualmente, o time alagoano acumula nove vitórias, enquanto os gaúchos conquistaram os três pontos apenas sete vezes.

(Foto: Lucas Amorelli / Agência RBS)

Para o confronto de amanhã, Luiz Carlos Winck só não poderá contar com Lucas que está suspenso. Por outro lado, o técnico terá o retorno de Douglas Kemmer que cumpriu suspensão na última rodada.

O alviverde vem realizando treinamentos fechados, antes de viajar para Alagoas. A expectativa é que Winck altere algumas peças entre os titulares. Afinal, a derrota seria crucial. Então, acredita-se que o treinador ainda opere algum milagre para salvar o Juventude do descenso.

Pelo lado alagoano, o técnico Roberto Fernandes não poderá contar com Felipe Menezes, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em contrapartida, o comandante terá o reforço de Paulinho, que cumpriu suspensão na última rodada e já fica à disposição. A equipe está se preparando, com portões fechados, desde domingo, quando o elenco se concentrou para o confronto.

A partida de amanhã começa às 21h30 e terá transmissão do Premiere. Para o Juventude, só a vitória interessa! É matar ou morrer!

 

Fontes: Globo Esporte | Jornal Pioneiro | Rádio Caxias

 

Vamos que ainda dá!

É O JU!

Por: Carol Freitas