E NUNCA ENTENDERÃO!

NOSSAS TRADIÇÕES, SOMENTE NÓS ENTENDEMOS E MUITOS CRITICAM!

 

Foto: Veja São Paulo

 

Assistindo o programa “Os Donos da Bola” hoje (07), novamente as homenagens a Chapecoense foram questionadas. O foco, e a polêmica da vez é a decisão do presidente Roberto de Andrade, em não usar verde no uniforme do clube.

O Corinthians é preto e branco, e sempre será! Sempre critiquei as atitudes do marketing corinthiano, que por anos seguidos, quebraram nossas tradições para vender camisas e lucrar às custas do torcedor. Mas desta vez, sinto-me aliviada!

Laranja, roxo, grená, cinza, azul, fizeram um verdadeiro carnaval com o manto alvinegro, tiraram tudo da torcida que alegrava o estádio, e quando olhamos as arquibancadas da Arena, notamos o quanto a torcida Corinthiana tem se perdido, tem se elitizado. Como disse ontem a alguns amigos, pergunte você torcedor, a nova torcida do Timão, a escalação do time que foi rebaixado em 2007, os nomes dos operários que fundaram o clube, o primeiro título, o time de 77….pergunte algo anterior a 2012, e veja se este torcedor, sabe ou não as raízes do Corinthians!

Ser torcedor de 2012 para cá, ficou muito, mais muito fácil mesmo, e agora ostentar o brasão do Corinthians, não carrega o peso e a dor de outrora. Em sua maioria, este apanhado de “modinha da geração 2012”, se omitiu com a má fase do clube este ano, não vai ao estádio e quando vai, vaia a equipe.

O torcedor organizado é achincalhado, tratado como bandido, mas a torcida esquece, que quem livrou o Corinthians do maior câncer de sua história, Alberto Dualib, foi a organizada. Quando o time joga mal, chovem comentários pedindo a organizada que se manifeste e cobre do clube, pois o torcedor comum, acha mais fácil protestar pelas redes sociais. Aí você caro leitor, deve estar pensando: então quer dizer que somente a torcida organizada ama o Corinthians? Não, Fiel, mas o que quero é respeito! É o fim desse racha, desse Corinthiano x Corinthiano! Quero união, e a união começa pela minha torcida, pela torcida que faz do Corinthians o que ele é!

Não sou da organizada, mas conheço a luta dos membros dos Gaviões da Fiel, da Camisa 12, da Pavilhão 9, da Coringão Chopp e ver o torcedor, tratar cada membro da T.O, pela visão deturpada da mídia, inquieta meu coração. Porque a mídia não expõe as obras sociais, os trabalhos oferecidos aos jovens das comunidades, mas sempre noticiam como o fim do mundo uma briga entre as torcidas?

Assistindo o programa hoje, o senhor Neto, que se diz tão Corinthiano, além de cantar o hino do rival, tratou novamente o Corinthians como um clube juvenil e a torcida organizada, como um reduto de marginais. Então torcedor, não sejamos hipócritas, porque você acha que esta questão de usar verde ou não, tem sido tão explorada?

Dinheiro! Não há outra explicação que não seja essa. O Corinthians gera dinheiro, dá audiência, e tudo o que gira em torno do nosso clube é explorado até o fim. Somos mais de 30 milhões, se um acha interessante, válida a homenagem, respeite aquele que não concorda, aquele que não quer, mas que não façamos disto, motivo para atacar uns aos outros.

Vivemos uma gestão péssima, ridícula e que afunda o clube. A gestão mais “anti-corinthiana” da história, que não se preocupa com o Corinthians e muito menos com o torcedor, jogando o dinheiro ralo abaixo, em contratações dignas de série D e em aplicações de mármore no estádio. Um clube que por anos fez morada no Pacaembu, que lotou como nenhum outro clube o estádio, que criou identidade com as arquibancadas de cimento, pois o mais importante era ver a torcida pulsando e empurrando o clube, gastar dinheiro com mármore ao invés de investir na base ou em jogadores que honrem o manto? É uma situação a cada dia mais inaceitável.

Seria este o motivo de nossa união, lutar contra esta diretoria, contra este presidente, mas o que fazemos? Ficamos atacando quem discorda de nossa opinião.

 

Una-se Fiel Torcida! Foto: Fotolog

 

O luto é preto, o Corinthians é preto e branco, e não usar verde no uniforme, não transforma o Corinthians em um monstro, como muitos tem colocado. Não usar verde, mostra que o clube não é hipócrita, mas que quer sim, lembrar os que tragicamente se foram.

A Chapecoense, já está em nossa história, como o único clube capaz de nos fazer repensar nossa rivalidade, capaz de unir as torcidas, como era há anos atrás. Homenagear a Chape, não é mídia, não é hipocrisia como disse o senhor Neto, é a obrigação do Corinthians enquanto instituição de futebol, mas isso não significa que o clube deva ignorar suas tradições. Agora pensar na repercussão desta quebra de estatuto, midiaticamente é mesquinho, é baixo!

Os comentaristas, por vezes tentaram ligar a decisão a torcida uniformizada, mas será que são apenas eles os contrários a decisão? Pautando a discussão, os velhos estereótipos foram usados, de forma displicente, mas será que os que ali estavam gostariam de ser lembrado por seus erros do passado?

O “show” promovido hoje, me incomodou. O Corinthians foi usado como massa de manobra, e isso sim é inaceitável, é repulsivo! Respeitem nossas tradições, e aprendam, que opiniões, sempre serão divergentes!

Só entende o sentimento, o corinthianismo, quem sente, quem compartilha desse mesmo amor. Eu e muitos outros, em nome deste sentimento, escolhemos excluir o verde de nossas vidas, mas se você acha que isso é exagerado, aplique isso a sua vida, e não chame quem torce para o mesmo clube que você de radical, de bicho, por ser contra a isso. Falta união no Corinthians, para lutar em prol do clube, e não podemos aceitar que a mídia destrua a maior torcida do Brasil!

Lembre-se sempre: PELO CORINTHIANS, COM MUITO AMOR, ATÉ O FIM!

 
 
 

por Mariana Alves